,

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Consulta pediatra

Aconteceu ontem.
Pela primeira vez não precisamos segurá-lo para Dra. Mônica examinar sua garganta e seus ouvidos. Ela conseguiu convencê-lo só no papo. Também foi sozinho para balança e quando ela pediu que ele ficasse retinho, ele não só ficou, como esticou todo o pescoço e ainda ficou nas pontas dos pés. Figurinha!
Ela ficou encantada com o desenvolvimento de dois meses para cá e elogiou que tenhamos mantido as duas fonos e ressaltou que com certeza isso tem ajudado nesse avanço.
Com relação às perebas que ele não deixa cicatrizar e tá sempre metendo a unha (mesmo quando não tem pois a gente corta dia sim e no outro também) ela falou que não existe cicatrizante instantâneo e que a gente vai ter mesmo que aprender a conviver com isso. "Lembra que quando criança vocês também tiravam casquinhas de ferimentos?" E não é que é verdade? E eu me lembro perfeitamente de como a minha mãe brigava comigo... rsrsrsrs 
Com relação ao pigarro, o da manhã é pelo fato de ser alérgico e durante o dia é mais por cacoete mesmo. E disse que quanto mais a gente chamar atenção, mais ele vai fazer. Segundo ela a técnica é ignorar.
Passou a farinha de amaranto para intercalar com a de linhaça, pois as pesquisas têm mostrado a eficiência dela na redução de colesterol.
E, após minha insistência, passou guia de exame de sangue para ele fazer na semana anterior à próxima consulta, em janeiro.
Continua com o Nutrifan (5 ml 1x ao dia) e o nasonex também 1x ao dia.
Sua PA mediu 90x60 mm/Hg.
Pesou 14.500 kg (aumentou 400 g) e mediu 102 cm (cresceu 1 cm).
Tá crescendo meu moleque.

Diversas e variadas

Eu tenho sentido falta de vir aqui e contar novidades, é verdade.
Mas é que todo dia tem uma coisinha nova, uma conquista, um degrau alcançado e eu não consigo vir aqui para contar. Quando consigo, já não me lembro mais o que queria dizer e o que era novidade deixou de ser.
Enfim...
Arthur vai ótimo! Ontem estava fazendo uma coreografia engraçadíssima no estilo do "passo do elefantinho", sabe? Só não consegui identificar que música era aquela que ele estava cantando.
Está fissurado por uma revista Natura que a dindinha Jacque deixou lá em casa. Passa folha por folha contando quantos cremes tem em cada página, quantos sabonetes, identificando protetores solares e até reconhecendo fragrâncias: Kaiak, Natura Homem, Óleo Séve... Bonitinho ele falar: "Nossa! Quantos batons!" assim mesmo, no plural.
A tia da escola passou pro Adriano o seu toque de celular, que segundo ela Arthur adora... Eu nem conhecia a música, ou melhor, a batida, uma tal de "Panamericano" alguém conhece? O refrão é mais ou menos assim: "pan panamericanoooo" e ele canta "papai americanooooooo", muito engraçado!
Anda numa cisma com nossos sapatos e chinelos. Tira o dele para colocar o nosso. E o dele ele já é capaz de colocar sozinho também.
Estou treinando para que ele tire e coloque sua roupa, mas é muito afobado e sobe o short com o elástico todo enrolado.
Depois de um período curtindo XSPB 10 e Galinha Pintadinha 1 e 2, voltou para a fase de Aline Barros 2.
Como ele vai pra casa da minha mãe pela manhã, já não toma seu suco em casa. Chega lá e vai direto na geladeira pegar seu pão integral e pedir pra minha mãe fazer: "Pão quente com requeijão". É que minha mãe faz o pão no grill e qualquer coisa que ele coloque, seja requeijão, ou queijo branco, ou margarinha light para ele é requeijão.
Após o pão, come uma banana. Virou hábito, segundo minha mãe.
Também é hábito tomar um iogurte após o almoço.
No último final de semana descobriu a farinha láctea que ele carinhosamente apelidou de leite.Tentei colocar o leite e ele recusou. Quer pura. Seca. Aff!
Aliás o último final de semana foi bem nosso. Adriano viajou e ficamos os dois em casa. Dormimos juntos na minha cama, ô delicia, viu? Que ele não me ouça porque isso não pode virar uma rotina, mas que foi muito gostoso, foi.    
Por falar em Adriano, também preciso contar que tiramos um dia para irmos ao cinema sozinhos. Já tínhamos ido ver "Nosso Lar" algumas semanas atrás. E na semana passada assistimos "Tropa de Elite 2". Muito bom voltar a fazer programinha a dois. Claro que é sair do cinema e correr de volta pra casa pros braços do molequinho, mas de qualquer forma, não deixa de ser um começo.
Que mais? Que mais?
Ah! Sim! Lembram do sonho de ter (cof cof) meu atelier (ou beco de craftices)? Então... 
No sábado fui a um brexó de móveis usados e adquiri minha mesa e minha cadeira super confortável a um precinho justo. Aproveitei o feriado e encapei a frente dos dois gaveteiros pretos com tecidos fofos.
E, ainda na semana passada, fechei meus olhos e adquiri minha minifofasuperfashion máquina de costura.
Como não sei costurar e não sei até onde vai minha loucura em aprender (rsrsrs), optei pelo modelo mais simples e barato. É uma Janome sew mini. Mini mesmo. Uma bebê. Linda de morrer! :)
Chegou ontem e estou completamente apaixonada...

[minha caçula...] 
.
Quando eu costurar minha primeira peça eu faço minhas considerações sobre ela, ok?      

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

A estreia no circo

Tá. Não foi no circo dos sonhos. Na verdade eu bem que queria que a estreia fosse em um circo grandão, bem famoso, mas... quem não tem cão, caça com gato, né? rs
Na sexta-feira veio na agenda um cupom desconto para o Big Brother Cirkus. De quebra uma apresentação dos Backyardigans. Cover, claro! Mas e daí? Se tá no pacote, lá vamos nós!

Precinho salgado, é verdade. Muito apelo para o lado coemrcial. Uma bolinha de plástico com um lastex pendurado por R$3,00. Achei o fim... De qualquer forma o espetáculo em si valeu o investimento. E a apresentação até que foi longa. Muito malabarismo, acobracia, palhaços... só senti falta de um mágico. Mas enfim... foi bom de qualquer forma.
Arthur estava mais preocupado com a pipoca e o refrigerante, é verdade. Na hora que o apresentador pedia palmas ele até que não negava, mas o entusiaaaaasmo mesmo não vinha. Não sei se o fato de ter chegado lá dormindo ajudou o desânimo.
De qualquer forma, bastou anunciarem os Backyardigans e a criança se transformou. Esticou o pescoço e apertava minha mão tamanha excitação ao ver os bonecos coloridos no palco.
Eles representaram o episódio A Grande Corrida (que Arthur quando menor assistiu inúmeras vezes - e eu também... rs): 
Austin vai correr pela primeira vez na grande Corrida ao Redor do Mundo. Ele então descobre que vai competir com o campeão de corrida Pablo, campeão de Snowboard Tyrone e campeã de Kaiak Uniqua. Dada a largada, eles precisam saltar obstáculos, descer uma montanha de snowboard, cruzar o oceano de Kaiak, atravessar um deserto escaldante e cruzar a linha de chegada para ganhar. Quem ganhará a corrida? Enquanto isso, Austin, porém, ele está muito bem preparado.
Músicas:  Hoje é o Dia / Agora eu Vou, Vou, Vou / É de Congelar/ Lamento do Austin
Não poderia ser melhor! O fato dele já conhecer a historia fez com que ele vibrasse muito a cada entrada de cena
Enfim! Acho que no ponto de vista dele, o programa começou meio morno, mas terminou num êxtase de dar gosto a quem estava ao seu lado. Ponto pra gente!