,

sexta-feira, 27 de janeiro de 2006

Olha eu aqui outra vez!

Boa tarde pessoas!!!!!
Assim anunciaria sua chegada minha amiga Sheila! Que a propósito fez niver ontem (Parabéns amiga, mais uma vez!!!)
Bem, antes de mais nada estou aceitando opiniões a respeito de como devemos chamar, a partir de agora, este espaço... Vivendo com o Arthur, O Arthur chegou, aimeudeus, me ajudem! À espera de Arthur já acabou, agora as esperas são outras... que tudo corra bem, que ele seja sempre saudável, que eu seja uma boa mãe... enfim... são outras esperas!
Quero agradecer a ajuda das dindas Jacque e Deidei (pelas postagens e pela divulgação das fotos), o que fez com esse blog ficasse atualizado...
E sim, tenho muuuuitas notícias a respeito de meu filhotinho. Não me importando em cair em redundância, ele é lindo!!!!!
Estamos ainda em fase de adaptação com tudo (com tudo mesmo!) o que faz com que esses primeiros dias sejam dias difíceis (mas não menos deliciosos).
Só tivemos duas noites com ele, mas foram duas noites em que ficamos acordados vigiando seu soninho. A primeira (de quarta para quinta) foi muito cansativa... ele acordou três vezes para mamar, e ainda acordou às cinco com cólicas! E até descobrir que era cólica... :(
A segunda noite não foi tão cansativa, já que ele só mamou duas vezes e na chuquinha, o que facilitou minha vida - embora não queira mesmo ter essas facilidades, e essa estória de dar chuquinha vai ganhar um infeliz post especial :(
Nem tudo são flores e sei que preciso de paciência para alcançar nosso final feliz (meu, dele e do papai, que com relação a amamentação não pode fazer muita coisa a não ser me passar tranquilidade- e isso ele tem de sobra!)
Não, não estou com problemas com meu leite, tem muitas outras coisas envolvidas que eu mesma ainda não descobri ao certo... por isso conto tudo depois. Assim como também relatarei o parto e o dia (e a noite) que o antecedeu.
Meu filhotinho é a coisamaislindadomundo! Ops, acho que já disse isso! Mas é que ele é lindo mesmo! rs
Já mudou muito desde o nascimento. E, se parecia comigo no dia que nasceu, já não tenho mais tanta certeza. Ele se parece... com ele.. rs
Mas tem meu nariz e meu queixo, isso ele tem!
Do pai tem a boca, com aquele biquinho lindo, e as entradinhas na testa. Segundo o pai tem isso, e todo o resto! rs
Estamos babando cada detalhe dele. Cada sorriso banguela, cada movimento, cada careta.
Tenho muito o que falar mas vou tentar colocar cada item em forma de post, senão fico a tarde toda aqui... e agora já não vou poder mais me dar a esse luxo.
Desculpas a minhas amigas blogueiras por não poder visitá-las, prometo que tentarei arranjar tempo nas próximas semanas.
Volto assim que o Arthur deixar ok!
E tentarei publicar mais fotos, prometo!

quarta-feira, 25 de janeiro de 2006

Indo para casa...


Hoje finalmente fui visitar o Arthur! Encontrei mamãe super bem mas só pude ver o Arthur no bercário :( pois era muito cedo e ele ainda não havia tomado banho para voltar para o quarto. Mas pude vê-lo pelo vidro e com os olhinhos bem abertos! Tão lindinho! Quando saí do hospital a Sandrinha (estou tentando te chamar de Sandrinha!) já estava de alta e só faltava o pediatra passar para liberar o Arthur. Assisti ao vídeo do nascimento mas me recusei a ver as imagens mais fortes vamos dizer assim... rs,rs.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2006

Minhas primeiras fotos


O Arthur nasceu!!!

Bom dia a todos!
Meu nome é Jacqueline mais conhecida como Dindinha Jacque. Estou aqui ocupando interinamente este posto enquanto nossa amiga tem que cumprir sua missão que vem sendo acompanhada durantes estes 9 meses...
É com muita alegria e emoção que comunico a todos o nascimento desse bebê tão aguardado!
O Arthur nasceu hoje 23/01/2006, às 09:00, com 46 cm e pesando 2.360 kg. Mamãe e bebê estão bem.
Ontem a noite falei com a Barbie/Sandra por volta das 21:30 e ela me disse que estava bem mas que ainda não tinha parado para pensar direito em tudo mas que sabia que faltavam menos de 12 horas para estar com o Arthur em seus braços. Agora há pouco conversei com a Pretinha (nossa amiga instrumentadora cirúrgica que filmou o parto) e ela me passou as últimas notícias. Me contou que nossa amiga não conseguiu dormir nesta última noite, que passou mal, tudo isso com certeza por essa característica que temos em comum chamada ansiedade. Após o parto a primeira pergunta que a mamãe fez: "-Ele parece comigo?!" E sim ele parece, segundo a Pretinha ele tem o rostinho redondinho como a mamãe, é muito bonitinho e muito e pequenininho. Quando nasceu mais do que chorar, gritava muito (realmente é um legítimo membro da nossa turma de amigos!). O papai Dri passou mal e temos imagens que registraram este momento! Assim que receber as fotos que a Deidei me enviará postarei para que todos possamos comprovar as características do Arthur. Aos papais Barbie e Dri meus parabéns e o desejo de que o Arhur cresça com muita saúde, deixo abaixo uma mensagem para os meus compadres.

"Esse cheirinho de gente pequena no ar anuncia que uma criança nasceu. Que maravilha! Depois de um longo período de ansiedades e expectativas, veio ao mundo a criança mais bela e perfeita que se poderia esperar. E ela veio para encher o mundo de vocês de alegria em um sentido todo especial. Um filho deve provocar no ser humano, esse sentimento de doação, de compartilhar todas as vitórias e sentimentos de alegria. Creio que hoje, tudo isso está fazendo parte do coração de vocês. A caminhada de um PAI e de uma MÃE começa agora, pois quase todos são capazes de gerar filhos, mas muito poucos, são capazes de criá-los com amor, idoneidade e carinho. Essa é uma missão para pessoas especiais assim como vocês. Celebrem esse nascimento e lutem por fazer desta criança um ser humano de grande valor. Beijos, Dindinha Jacque."

domingo, 22 de janeiro de 2006

Uma dádiva de Deus

Nos últimos dias tenho recebido muitos e-mails desejando-me boa sorte, e entre eles uma mensagem que eu até já conhecia, mas que mais uma vez me fez chorar...
.

Uma dádiva de Deus

Uma criança pronta para nascer perguntou a Deus:
- Disseram-me que estarei sendo enviada a Terra amanhã. Como eu vou viver lá, sendo assim pequeno e indefeso?
Deus:
- Entre muitos anjos, eu escolhi um especial para você. Estará lhe esperando e tomará conta de você.
Criança:
- Mas diga-me, aqui no Céu eu não faço nada a não ser cantar e sorrir, o que é suficiente para que eu seja feliz. Serei feliz lá?
Deus:
- Seu anjo cantará e sorrirá para você... A cada dia, a cada instante, você sentirá o amor de seu anjo e será feliz.
Criança:
- Como poderei entender quando falarem comigo se eu não conheço a língua que as pessoas falam?
Deus:
- Seu anjo lhe dirá as palavras mais bonitas e mais doces que você jamais ouviu. Com paciência e carinho, seu anjo lhe ensinará a falar.
Criança:
- E o que farei quando eu quiser Te falar?
Deus:
- Seu anjo juntará suas mãos e lhe ensinará a orar.
Criança:
- Eu ouvi que na Terra há homens maus. Quem me protegerá?
Deus:
- Seu anjo lhe defenderá mesmo que signifique arriscar sua própria vida.
Criança:
- Mas eu serei sempre triste porque eu não Te verei mais.
Deus:
- Seu anjo sempre lhe falará sobre Mim e lhe ensinará a maneira de vir a Mim, mesmo que Eu esteja sempre dentro de você.

Nesse momento havia muita paz no Céu, mas as vozes da Terra já podiam ser ouvidas. A criança, apressada, pediu suavemente:
- Oh Deus, se eu estiver a ponto de ir agora, diga-me por favor, o nome do meu anjo...
Deus:
- O nome do seu anjo não tem nenhuma importância...
Você chamará seu anjo... de MAMÃE!

sexta-feira, 20 de janeiro de 2006

Licença Maternidade

Quando eu achei que a semana seria longa, ela vôou.
Na segunda eu fui trabalhar me arrastando, como já falei anteriormente.
Na terça não fui trabalhar pois tinha a consulta marcada.
Na quarta fui, mas já sabendo que seria meu último dia. E esse sim, foi exaustivo!
Nossa! Por mais que eu tivesse me preparado, parece que havia mil coisas a serem feitas, e eu achei que não daria conta. Eu tinha mais coisas pessoais para organizar, do que da empresa propriamente dita. Passei todas as minhas fotos para CD. Limpei minha caixa de mensagens. Passei e-mail para meus amigos informando o início da licença. Fiz faxina nas gavetas. Organizei meus arquivos pessoais. Ufa! No final deu tudo certo.
O horário de saída é que foi triste. Passar cinco meses longe do meu ambiente de trabalho vai ser difícil... Será que o Arthur vai deixar eu sentir falta???? rs
.
*****
Tudo pronto para a chegada do meu pequeno.
TODAS AS TAREFAS CUMPRIDAS!!!!!!
Roupas lavadas e passadas!
Kits prontos!
Malas prontas!
Quarto arrumado!
Depilação feita! (Item merecedor de um post particular- :o )
Ufa!
Agora é só descansar e esperar pelo dia 23 ...

A última consulta pré natal

Aconteceu na terça feira.
Dra. Laura não gostou do resultado da última ultra, onde a estimativa de peso do Arthur estava em 2,175 gramas (podendo ter + ou - 10%). Segundo a mesma ultra, eu estaria na 35/36ª semanas de gestação e não na 37ª. Bem, quando eu vi o peso também achei estranho, já que tudo o que leio informa que nessa época o bebê já pesa em torno de 3,000 gramas, mas como já tinha consulta marcada com Dra. Laura, achei melhor esperar...
Então ela disse: "Vamos confirmar a evolução desse bebê com o toque!" Céus! Havia chegado o dia de experimentar a "deliciosa sensação" rs
Percebendo meu medo, usando de uma psicologia que só ela tem, me enrolou com estórias de outras gestantes, e quando vi, o toque já tinha sido feito. A danada: "E aí? Doeu?" rs
E realmente não foi a dor que imaginei...
Bem, segundo ela o Arthur já está na posição longitudinal. Estou com 0,5 cm de dilatação. E meu colo de útero está de 50 a 70% apagado (acho que esse foi o termo usado, e que significa que já está maduro) - ? - Portanto, está prontinho para nascer.
Marcamos então a cirurgia para segunda, dia 23 de janeiro.
De qualquer forma, pediu uma nova ultra para que confirmássemos o peso e a idade gestacional.
Não consegui marcar a ultra com o Dr. Felipe para essa mesma semana, então tive que apelar para a mesma médica que me atendeu da vez anterior, a tal que teria "errado" nos cálculos.
Então lá fomos nós, ontem, quinta feira, repetir a ultra.
Expliquei para ela a situação, expliquei a dúvida da Dra. Laura, e ela me explicou o seguinte:
Os cálculos dela não são exatos. Ela trabalha com estimativas, se baseando pelas únicas medidas que ela tem como certas: medida de fêmur, úmero, crânio e abdomen. Com as medidas em mãos ela calcula o peso "estimado" e a idade gestacional "equivalente", através de uma tabela que ela disse ser padrão.
Então ela fez uma nova avaliação beeeeeem detalhada, fazendo inclusive um novo doppler.
Pediu que aguardássemos o laudo e que ela conversaria conosco assim que tivesse o resultado.
Nossa! Como ela demorou a calcular... Acho que ficou realmente preocupada em ter errado, e deve ter calculado e recalculado aqueles itens n vezes... rs
Após uns 20 minutos ela nos chamos e mais uma vez explicou como o cálculo é feito, e explicou que nosso bebê é realmente um bebê pequeno, que tem hoje um fêmur de 69 mm e um úmero de 59 mm. E que tais medidas mostram um bebê de peso "estimado" de 2,505 g.
É isso... os cálculos indicam que teremos um pequeno bebê, e que tenho que providenciar fraldas RN (que eu não havia comprado) rs
Falou que não devo me preocupar com isso, pois o peso não é o mais importante numa gestação.
E que tem um item sim, que achava que eu deveria informar a minha médica, que é referente ao líquido aminiótico, pois segundo ela, eu estou tendo uma leve perda desse líquido.
Cheguei em casa e imediatamente liguei.
Dra. Laura disse para que eu não me preocupe com o peso, pois tudo é estimativa (e realmente eu não me preocupei..) e com relação ao líquido, só seria o caso de uma antecipação se houvesse uma acentuada perda, o que não é o caso...
Disse para que passar o final de semana tranquila e me deu um "Até segunda" rs

segunda-feira, 16 de janeiro de 2006

A trigésima oitava semana


Idade do feto: Semana 38
Tamanho do bebê: O bebê está com peso de aproximadamente 3400g e sua medida, da cabeça ao bumbum é de 37 ou 38cm e sua medida total é de 48cm.
Desenvolvimento do embrião: Os movimentos do bebê são poucos já desde vários dias. O seu espaço é igual à quase nada. Seu corpinho está coberto por uma substância esbranquiçada chamada de vernix. Ele continua aproveitando dos nutrientes maternos que chega até ele até a hora do parto.
Mudanças em seu corpo: Na televisão, as mulheres grávidas sempre têm suas bolsas de água rompidas em público e o trabalho de parto já se inicia imediatamente. Isso acaba deixando muitas mulheres preocupada e algumas nem querem sair de casa nos últimos dias de gravidez. Não é bem assim. A bolsa se rompe assim sem mais nem menos em um pouco menos que 15% das mulheres. E quando isso ocorre, pode levar horas até que você sinta a primeira contração. Claro que a preocupação da mulher é alta e é recomendado falar com o médico imediatamente. Geralmente o médico pedirá que você comparece ao Hospital ou Clínica para fazer uma indução de parto, caso as contrações ainda não tenham se iniciado. O perigo quando o líquido aminiótico começa a escorrer é quanto ao risco de infecção.Se você terminar essa semana e ainda não estiver com o seu bebê, não se preocupe, apenas 5% das mulheres passam por essa situação e, até duas semanas de atraso após a data estimada do parto é considerado normal. Nesse período, o médico indica uma indução de parto. Boa sorte!.
.
*****
Amanhã teremos consulta e não venho trabalhar, motivo pelo qual não postarei.
Reta final e eu mal aguento comigo mesma.
Estou pesada, inchada e com câimbras na panturrilha esquerda.
A princípio, irei trabalhar até quinta (19/01), mas já me foi passado que provavelmente serei liberada na quarta (18/01) após o almoço (t-o-m-a-r-a!!!).
Com isso, estou na maior correria por aqui. Quero deixar tudo arrumado para quem vai me substituir...
Aff!

quarta-feira, 11 de janeiro de 2006

Perfil Biofísico Fetal

Fizemos ontem à tarde.
Trata-se de uma cardiotocografia (avaliação da frequência cardíaca - aceleração ou desaceleração, avaliação dos movimentos respiratórios, do comportamento fetal através do número e tipo de movimentos que o bebê está realizando, se há contrações uterinas, etc) seguido de uma ultra obstétrica. É um exame longo, com duração em torno de 30 minutos.
Um aparelho foi fixado na barriga e programado por 20 minutos para, através de estímulo vibro-acústico, avaliar as frequências que citei acima. A cada vez que eu sentia o Arthur mexendo, eu tinha que acionar um botão que era ligado a esse aparelho, e isso aconteceu o tempo todo! Êta criança agitada! Que bom... sinal de que tudo está bem!
A frequência cardíaca estava em torno de 145 bpm.
Ausência de desacelerações e contrações uterinas durante o exame, ufa!
E o Arthur está pesando, em média, 2.175 gramas.
Não conseguimos ver seu rostinho na ultra, pois ele já está de cabeça pra baixo e estava com a mãozinha no rosto. Acho que cansou de se mostrar... rs
Tivemos que nos contentar com o fêmur, úmero, abdômen e mais uma vez, seu pintinho (isso sim, ele fica mostrando o tempo todo! rs)
.
*****
À noite, recebemos a visita, totalmente surpresa, da dinda Jacque e da tia Sheila.
Disseram que tinham que me ver ainda com barriga, já que nos dois próximos finais de semana estarão viajando (... muito metidas... rsrsrsrs)
Fiquei muito feliz com o carinho!!!!
No próximo final de semana aguardaremos a visita do restante da turma: Rô, Preta e Vanessa.
Mais felicidade!
Amo vocês meninas!!!!!!

terça-feira, 10 de janeiro de 2006

Arthur no orkut!

Como se não bastasse a minha enorme paixão pelo meu bebê, como vocês que nos acompanham já são sabedores, eis que recebo hoje um recado do Graziani (primo do Adriano) de que ele acabou de criar no orkut uma comunidade para o Arthur...
Meu bebê é chique ou não é? rs
É claro que vocês também farão parte, não é?
Ficaremos felizes.
Então corra e filie-se!!!
Valeu Zani!!!
A comunidade vai ser um sucesso!!!!!
.

A trigésima sétima semana

E-family informa:
.
Idade do feto: Semana 37
Tamanho do bebê: O bebê está com peso de aproximadamente 3250g e sua medida, da cabeça ao bumbum é de 36cm e sua medida total é de 48cm.
Desenvolvimento do embrião: Os bebês diferenciam em peso conforme o sexo. Os meninos tendem a nascer com mais peso do que as meninas. O seu bebê está com os seus sistemas e orgãos internos terminados e em seus devidos lugares. Os pulmões ainda precisam de mais uns ajustes mas isso será feito após o nascimento. O cérebro é o último dos órgãos à amadurecer.O bebê continua a acumular uma gordurinha até o último minuto dentro do útero. Essa gordurinha o ajuda a regular a sua temperatura corporal após o nascimento. Os bebês tendem à perder um pouco de peso nos primeiros dias e só então retomam o rítmo normal.
Mudanças em seu corpo: A distância do útero acima do umbigo pode variar muito agora e fica entre 16 e 20cm. Você deve ter ganhado entre 12 e 16kg até agora. Mais que isso seria demais mas não é anormal, ainda muitas mulheres ganham bastante peso durante a gravidez. Isso depende muito também do tipo físico de cada pessoa. Você já conversou com o seu médico ou pessoas mais experientes à respeito da amamentação? Não deixe para a última hora para evitar problemas de adaptação depois que o bebê já estiver em seus braços.Geralmente, também, nos hospitais, quando você ganha o bebê, as enfermeiras já fazem um exclarecimento e explicam o básico sobre a amamentação. Procure não sair do hospital cheia de dúvidas, tenha certeza de que tudo está em ordem e que você vai se entender com o bebê. Algumas vezes a criança tem dificuldade para mamar e seria bom se a mãe fosse capaz de entender o motivo.
.

Vocês têm noção que daqui a alguns dias vou ter uma coisa fofa dessas na minha casa?

segunda-feira, 9 de janeiro de 2006

Preparativos finais

Pois é! Prestes a dar à luz, tento me organizar com os preparativos que antecedem a ida à maternidade. E são muitos detalhes...
Sexta-feira à noite, e lá estava eu com minha agenda relacionando TUDO o que ainda falta: o que comprar, o que fazer, tarefas para o Adriano... pequenos lembretes que têm me tirado o sono, por serem muuuuitos.
Item prioritário: montar nossas malas.
Minha cunhada sugeriu que eu monte em torno de 05 kits com roupinha, sapato, fralda, manta, etc, naquele saquinho ziploc (para alimentos congelados sabe?) com etiqueta personalizada com meu nome, nome do Arthur e nº do quarto do hospital, para assim facilitar a minha vida, bem como a das enfermeiras. Consegui? Claro que não.
Para arrumar os kits do Arthur preciso de sapatos, e só consegui lavá-los no sábado.
TAREFA NÃO CUMPRIDA!
O mesmo se aplicou para a minha mala, linda, da Betty Boop (ops! Minha não, da Jacque! É emprestada rs). Como posso arrumar a mesma, se só na sexta consegui as camisolas? Que também são lindas e emprestadas pela Berna (só pra variar rs), motivo pelo qual terão que sofrer pequenos ajustes, além de também precisarem ser lavadas.
TAREFA NÃO CUMPRIDA!
No sábado botei a cabeça para funcionar adequadamente e cheguei a conclusão de que antes de partir para os finalmentes (montar malas), tenho que fazer o básico: COMPRAR, LAVAR, FAZER O QUE FALTA...
Então lá fui eu...
Lavei todos os sapatos, meias, toucas e luvas do Arthur.
Lavei minhas cintas, soutiens de amamentação, chinelinhos, etc.
Comprei mais 06 cueiros e mais 04 mijões pro Arthur (mais coisa para lavar - aff!)
Comprei o organizador das mamadeiras, chupetas e similares.
Levei as camisolas para conserto.
E só!
Não consigo visualizar se foi pouco ou muito.
Acho que estou afoita em fazer tudo de uma vez só, mas se assim fizer vou ficar exausta no final do dia. E também não estou contando com os dias da semana, o que é errado de minha parte. Na verdade tenho que aproveitar mais os últimos finais de semana para descansar, e não o inverso.
Dentro da relação que eu fiz dos itens básicos, faltou comprar os itens de farmácia (não passei por nenhuma), fazer as etiquetas personalizadas (pedi ajuda pra minha cunhada já que minha paciência não permitiu que eu conseguisse fazê-las no minha versão de Print Artist) e fazer os buracos para pendurar os quadros decorativos do quarto do Arthur, que embora seja tarefa do Adriano, também não foi cumprida (ele enrolou tanto o dia inteiro que quando se tornou disponível, quem ficou sem paciência fui eu, e fiz o favor de esquecer a altura prevista anteriormente para a colocação de cada quadro).
E assim passei meu final de semana, relacionando e riscando o que consegui realizar.
E fora aquelas coisas que não posso esquecer de fazer: marcar exame, salão, depilação, lembrar as tarefas do Adriano, pagar a contas do dia, aimeudeus, acho que vou ficar louca!
Hoje cheguei no trabalho me arrastando. Estou muuuuito cansada, e sei lá de quê. Acho que de tanto pensar nas tarefas que ainda tenho que cumprir, hahahaha. A barriga está realmente muito pesada. E hoje, particularmente, muito pontuda.
Mas também, vamos combinar, já era a hora dessa gravidez me incomodar de alguma forma. E depois, se ainda estou trabalhando, é por opção minha! Portanto, as reclamações encerram-se por aqui!

quarta-feira, 4 de janeiro de 2006

Consulta pré-natal (janeiro/06)

Chegamos lá por volta de 15:30 e saímos 01 hora depois.
À tarde, o consultório lota... incrível a quantidade de grávidas acompanhadas de seus respectivos. Pela primeira vez o Dri foi comigo. Fiquei feliz com a presença dele.
O engraçado é a quantidade de assunto em comum a todos os presentes na sala de espera: "... o meu é pro mês que vem..." "...é menino..." "...é menina..." "...tô me sentindo assim, assado..." "...engordei tanto..."
Como se estivessem todas disputando o comportamento de seu bebê dentro da barriga... rs
Enfim, fomos atendidos.
As novas medidas:
Pressão arterial: 12x7 (já não é mais de passarinho... rs)
Medida de fundo de útero: 33 cm (aumentou 4 cm)
Meu peso: (aff!!!) 62,300 (aumento de 2.800 gramas com relação ao mês anterior). Porém, levando-se em consideração que acabamos de sair das festas de fim de ano onde me acabeeeeeeei de comer bobagens, e, mais ainda, o Arthur está crescendo disparadamente, no final não engordei taaaanto assim... tá bom, tá bom, vou tentar moderar a partir de agora. Mas já aviso, não vou fazer dieta. Tenho sentido muuuuuuuuuita fome. Além disso, o peso adquirido até aqui desde o início da gravidez foi de 12,300 gramas... não estou fora dos limites... (ainda....kkkkkk). As palavras da Dra. Laura: "Tá bom, mas já pode parar por aqui né?" rs
O resultado dos últimos exames de sangue mostraram que a anemia está controlada, graças a Deus!
Passou a última ultrasonografia (Perfil Biofísico Fetal), que farei na próxima terça feira (10/01). Trata-se de um exame detalhado dos batimentos cardíacos com uma ultra obstétrica.
Marcou a próxima consulta para 17/01 (daqui a quinze dias).
Repetiu o que já tinha dito na última consulta, que estará fora entre os dias 06 e 15 de janeiro. Perguntei como proceder caso o Arthur decida dar o ar da graça nesse período. Ela disse que acha difícil isso acontecer já que minha gestação está tranquila, mas que, caso aconteça, devo ir direto para a emergência do Hospital, onde terei de ser atendida pelo médico de plantão. Portanto, já conversei com meu pequeno rapaz: "Sossegue o facho aí dentro se quiser nascer pelas mãos da titia Laura..." rs
.
*****
.
Há muito tempo recebi essa imagem por e-mail.
Veja quão perfeita é a mãe-natureza...
Se não conseguir visualizar o espetáculo na 1ª foto, veja o contorno na 2ª...
.
.

A trigésima sexta semana

Idade do feto: Semana 36
Tamanho do bebê: O bebê está com peso de aproximadamente 3100g e sua medida, da cabeça ao bumbum ainda é de 35cm e sua medida total é de 47cm.
Desenvolvimento do embrião: O seu bebê pode estar com uma cabeleira invejável a esse ponto. Não se espante quando ele nascer e o cabelo dele não tiver nada a ver com o seu. No primeiro ano de vida os cabelos da criança pode mudar de cor e espessura várias vezes. Há também aqueles bebês que nascem bem carequinha e ficam assim por um tempinho após o nascimento.
Mudanças em seu corpo: Muitas mulheres não continuam a aumentar de tamanho nesse último período da gravidez, porém, o desconforto é um efeito que não pára e, tende apenas à piorar. É claro que sua ansiedade está à flor da pele, procure manter-se sempre sob controle e saiba que os seus dias de grávida logo se transformarão em dias de mamãe.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2006

... e 2006 se inicia...


É isso aí...
Já estamos em 2006!
Tivemos um reveillon bem família.
Ficamos na minha sogra. Minha mãe veio com a minha tia. E assim foi!
Fizemos o amigo oculto após a virada. Muito divertido!
E eu comi tudo o que devia e não devia...
Fui dormir às 3 da manhã, com os pés muuuuuito inchados!
.
No dia seguinte, churrasco tradicional na casa dos meus sogros, onde se recebe a família e muitos amigos (com muitos amigos dos amigos também...)
E eu comi tudo o que devia e não devia mais uma vez!!!!
Só faltou o bolo de chocolate no final da tarde, que eu tive desejo de comer mas não tive coragem de pedir, já que as padarias, mercados e similares estariam fechadas. E como não teria ânimo para fazer, fiquei na vontade...
A sensação do dia foi realmente a espera do Arthur.
O Zé apostou que ele nasceria no dia 1º e parece que havia uma torcida para que isso acontecesse. Acho que passei a metade do dia deitada, para não correr nenhum risco. Sei lá até que ponto a intuição do Zé seria falha ou não... rs
Algumas vezes sacanearam o Adriano dizendo que eu estava passando mal. Ele me procurava no meio de todos, com os olhos arregalados:
"Que foi, tá sentindo o quê?"
E a gargalhada era geral. Tadinho do meu marido...
.
Ontem me senti maior ainda... e percebi meu rosto inchado pela primeira vez!
A sensação que tenho é que a barriga vai explodir a qualquer momento. Como um balão de gás!
O Rogerio é quem diz que o meu umbigo virou um botão de eject, e que para o Arthur nascer basta pressioná-lo... rs
Aimeudeus!!!!! Tá chegando a hora!!!
:)