,

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Que venha 2009!

Não sou muito de fazer balanços e planos.
Esse ano me deu vontade.
Principalmente porque eu ando com taaaaantos planos na cabeça.
2008 foi embora com muitas pendências. Na verdade, pendências previstas.
A inauguração da loja nos deixou no vermelho (tem algo mais vermelho que vermelho?:)) e como a gente tem conciência de que o lucro só virá a longo prazo (que eu espero que não não seja tãããão longo assim), muitas coisas ficaram para trás. Coisas irrelevantes em se comparando com o que a gente ainda precisa quitar. Então, a prioridade para 2009 é pagar contas... muitas contas...
Em 2008 não trocamos o carro, não mudamos o quarto do Arthur de bebê para o de menininho (com cama, TV e DVD), não comprei meu laptop, não saímos de férias, muito menos começamos a pensar na casa que queremos comprar um dia, enfim... planos que talvez a gente só consiga realizar em 2010...
Mas olhando por outro ângulo, realizamos um grande projeto em 2008. E isso conta muito alto no balanço que estou fazendo. Hoje temos a nossa loja! Isso é ou não é uma grande realização?
Não está sendo nada fácil privar nossa vida de coisas que nem são tão caras assim... mas tenho certeza que essa fase complicada vai passar rapidinho e que 2009 será muito, muuuuito melhor...
Quem sabe não volto aqui no final de 2009 com todas as contas quitadas, os lucros bombando, e quem sabe podendo até pensar no irmãozinho do Arthur? Hahahaha
Tenho fé!

E passou o Natal...

Natal família como sempre!
Antes da noite, um dia inteirinho de trabalho...
E dá-lhe dar uma geral na casa, lavar roupa, fazer minha tradicional rabanada, embrulhar os presentes que faltavam e... refazer a unha! Ufa! Quando vi já eram 21h.
Tempo de tomar um banho, me arrumar e posar para as tradicionais fotos na árvore de Natal.

Jantamos na minha mãe (que esse ano nem preparou ceia de tão desanimada que estava) e a carregamos junto conosco.
Ao som das doze badaladas já estávamos na minha sogra para ceiar, brindar e ver o que o bom velhinho havia deixado na árvore.
Arthur a única criança presente já que Berna passa a noite de Natal com a sogra. Gostaria muito que em algum ano os três primos: Bernardo, Arthur e Hellen, estivessem juntos, esperando por Papai Noel. Quem sabe até um quarto priminho entre eles? hahaha
Mas voltando... como Arthur ainda não entende quem é Papai Noel, não escreve cartinha, não aguarda a chegada dele, o Natal continua não tendo aquele significado mágico que eu tanto quero voltar a ter junto dele... Ele apenas ganha presentes, muitos aliás! Esse ano ganhou uma mochila nova dos Backyardigans, um quebra-cabeças dos Backyardigans, uma torre dos Backyardigans (presente da Deidei e que foi o que mais gostou), e... chega de Backyardigans né? Ganhou um trem, carrinhos, um jogo de instrumentos musicais, acqua play, celular musical e um all star. E já tinha ganho uma calça linda do Snoopy que a dindinha Jacque trouxe do Chile (pena que ela errou no tamanho e ele deve estar usando daqui a uns três anos! hahahaha)
E então foi assim... Um Natal entre família. Todos em paz. Saúde sobrando. Noite Feliz!
Arthur foi dormir às 02:00h. Ah se ele já entendesse o significado né?
É só o que falta para os próximos Natais serem perfeitos!

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Resumão

Para não perder tempo vamos de resumão:
.
Confraternização/amigo oculto escolar
Na sexta-feira, dia 12/12 foi dia de confraternização na escola. Teve a ceia natalina e o amigo oculto. Arthur tirou tia Andrezza. O amiguinho Paulo o tirou. Aproveitei para mandar a lembrança que preparei para as tias. Confesso que a inspiração fugiu de mim nesse fim de ano e então optei pelo mais prático: um gloss da Natura para cada uma, com um toque particular para as etiquetas personalizadas que a Dúnia gentilmente cedeu no blog dela. Segundo Adriano foi um sucesso.

Consulta com pediatra
Foi na quarta, 17/12.
Aumentou 0,5 cm e perdeu 100 gramas.
Levando-se em consideração que ele tem passado os últimos dias sem querer jantar e mamando muito mal (assunto para um post especial), ela disse que ele até não perdeu muito. Mas ficou preocupada e passou um medicamento para abrir o apetite. Passou também outro spray nasal e uma fórmula homeopática para prevenir a dengue.

Encontro com odontopedia/Febre misteriosa
No dia seguinte, 18/12, ele amanheceu com febre. Não alta, mas suficiente para acharmos melhor mantê-lo em casa em observação. Adriano o levou na odontopediatra para fechar o canal e iniciar a restauração. Restaurou a parte de trás e colocou uma resina provisória na frente. E ficou lindão de novo, com dente inteirinho da silva. De lá Adriano o levou pra minha mãe e passou o resto do dia bem. Almoçou batata cozida com caldo de feijão (que ele aceita sem grande esforço) e a febre só voltou de noitinha. Voltou novamente na manhã seguinte, e depois desapareceu da forma que veio, misteriosamente.
.
Colônia de Férias
Sendo assim, o último dia de aula que seria no dia 19, passou a ter sido dia 17/12. E agora ele só retorna no dia 05/01 para a colônia de férias, eu eu acho que já vai estar na nova turminha, o Maternal.
.
Aniversário do papai
Foi na sexta, 19/12, e o plano era saírmos para comer uma pizza. Com a estória da febre que não sabíamos se iria ou não voltar, optamos em ficar em casa, para fugir da louca temperatura atual. É chuva num calor insuportável ou um vento frio que aparece não se sabe de onde. E convenhamos, não há organismo que resista a essa mudança de clima. Ficamos então em casa curtindo um vinho e a sopa de ervilha que eu particularmente faço muito bem.
.
Preparativos Natal
Tá brabo de sair para comprar presentes, viu? Não tenho paciência para filas, lojas lotadas e afins. Com isso eu ainda não comprei os presentes principais: Arthur, marido e mammy.
No ano passado eu fiz o calendário de geladeira e distribuí para o círculo inteiro de família/amigos. Esse ano eu fiz 02 modelos: o de mesa e o de geladeira de novo. Optei por revelar o de geladeira, por sair mais barato, mas o de mesa ficou tão fofo também... acho que não vou resistir...
O de geladeira, já revelado...
.
... e o de mesa, por revelar...

.***
E aqui o nosso cartão de Natal, para os amigos de perto e os de longe. Com os nossos mais sinceros votos de um Natal de muita paz e um 2009 totalmente abençoado.

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Ado, ado, ado... cada um no seu quadrado!

A apresentação da escola foi na última sexta feira.
Linda, impecável, bem elaborada, criativa, vixe... foi perfeita!
As roupas, o tema (Ritmos musicais), as músicas escolhidas, tudo... do início ao fim.
Só a primeira apresentação já valeu por tudo o que viria pela frente: a encenação do nascimento de Jesus.
Maria veio linda, o Anjo veio lindo (a linda Malu, filha da dona da escola, que já parece mesmo um anjinho), menino Jesus veio lindo (a gêmea Talita, que deu show, ficando quietinha na manjedoura!), os Reis Magos vieram lindos, e os Papais Noéis também (um deles era o Arthur, que bastou me ver na platéia para abrir o berreiro). Ao fim da encenação, emendaram com o hit "Bate o sino" e finalizaram todos ajoelhados no chão, com as mãozinhas juntas e em coro cantaram: "Abençoa Deus menino esse nosso lar..."

Lindo, lindo e lindo!
A apresentações seguintes seguiam ritmos totalmente diferentes: teve rock, axé, samba, reggae e funk.
Lá de baixo víamos Arthur na parte superior do salão de festas com os amiguinhos e as tias em completa concentração.
Quando outras turmas se apresentavam, podíamos vê-lo imitando a coreografia alheia. Ele sambando estava lindo! Mas não era a hora dele, humpf!
Quando anunciaram a turma do Ninho eu já estava de plantão na primeira fila, tentando me esconder atrás da camêra que filmava. Não deu certo e ele me viu. E chorou. E então lá fui dançar também! rsrsrs

Aí sim, comigo ali do lado, ele se soltou e pôde curtir os últimos minutos da coreografia. E não é que ele dançou direitinho? Um fofo! "Vai paquito, vai paquitooo..." Muito engraçado!

Depois ficou um grude comigo e com o pai, e não deu a menor bola para Papai Noel, que surgiu lindo na nave espacial (em tempos de modernidade, até trenó foi substituído!).
Foi um dos primeiros a ser chamado pelo bom velhinho, mas não deu muita confiança pra ele não, tanto que não consegui sequer 01 foto decente.

Queria mesmo era correr pelo salão, curtir os brinquedos, pular na cama elástica.
Como estávamos cansados da noite anterior não ficamos para o final, e às 23 horas já estávamos em casa.
.
Outra noite difícil, nariz entupido, muita nebulização, e pouco efeito. Arthur dormiu mal de novo, e consequentemente eu e Adriano também.

No domingo idem. E então eu e Dri chegamos à conclusão de que precisávamos revezar. E aquela foi a minha noite. Dormi sentada com ele na sala e por incrível que pareça foi a melhor posição pra ele. Quando dei por mim e acordei, por volta de 2:30, levei para um berço um perfeito anjinho, que dormia um sono tão profundo que só acordou às 11:00 da manhã de domingo.
Graças a Deus as noites seguintes seguiram bem.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Para não mudar de assunto...

Vamos falar de doença só mais um pouquinho?
Eu juro que tentei, você viram...
Mas não tenho culpa se sou integrante de uma família que se não tem uma zic zira, procura!
Eu sou a primeira da fila! Desde semana passada com um furúnculo ameaçando sair, não dei importância, e o que aconteceu? Saíram logo três! Sim, três... porque miséria pouca e bobagem.
E assim... quatro pêlos encravados na axila que se transformaram em dois furúnculos enormes e mais um na virilha que me fez andar o final de semana inteiro como um macho-macho-man... Ui, quero nem lembrar desse final de semana macabro.
Resultado?
Manhã de segunda feira entre uma clínica geral e um cirurgião no PS. E mais uma visita básica ao dermatologista tudibom indicado pelo cirurgião.
E muitas, muitas lições sobre furúnculos.
Acho que todos os mitos que já tentaram enfiar na minha cabeça foram derrubados e já me considero uma expert no assunto.
Sabe o que aprendi com o cirurgião? (Por coincidência, irmão da pediatra do Arthur)
- Furúnculo não pega.
- Cada organismo é diferente do outro e então não existe a afirmativa de que só pára depois que sai sete vezes (pode sair só uma, ou cinco, ou sete, ou dez, ou a vida inteira!).
- Não tem que espremer até sair carnegão. Espremer para sair o pus sim, mas nada de espremer se estiver saindo sangue.
- É uma bactéria que corre no sangue mas que não significa que meu sangue está ruim ou que precise de tratamento, ou que precise engrossá-lo.
- Não é a tal da bezetacil que vai acabar com a bactéria.
- Que depois que sai, não há muito o que se fazer, a não ser tomar antibiótico, anti-inflamatório e bolsa de água quente no local.
- E rezar para não sair de novo também ajuda, palavras do próprio médico cirurgião. Hahahaha
.
O dermatologista tudibom assinou embaixo de tudo o que o cirurgião me explicou e já iniciou um tratamento a base de pomada que vai funcionar como uma vacina. Vou usar por 30 dias a mupirocina em todas as dobras do meu corpo, eu disse T-O-D-A-S. Inclusive entre os dedos de pés e mãos. Passou sabonete anti-séptico para usar nesse mesmo período. E quer me ver no final.
Com isso, ganhei 05 dias de licença, mas só fiz uso de 03, já que sou uma funcionária padrão. Será que ganhei alguns pontos com meu chefe?
Aí eu aproveitei para fazer uns programinhas nada convencionais... Fui no cemitério pagar taxa atrasada de manutenção, fui fazer vistoria de gás pra renovar seguro (antes tivemos que fazer o reteste do kit que a gente nem sabia que existia...), levei Arthur no dentista (e já fui proibida de voltar já que ele chorou horrores comigo... rs), acompanhei marido no dentista, fui fazer compra de mês e até consegui enfrentar fila da carne pra garantir a promoção. Também fiz cabelos, unhas, alguns scraps, naveguei sem culpa na net e busquei meu bebê na escola duas vezes, porque nem só de coisas chatas vive o ser humano...
Aí ontem eu já estava aqui de volta, com um mundo de coisa atrasada pra fazer.
.
E também ontem Arthur voltou no otorrino. Saiu (finalmente) do antibiótico e iniciou tratamento com um spray que vai fazer dupla com o rinosoro para adiar a cirurgia o máximo possível.
Eis que à noite a criança não conseguiu dormir com o nariz entupido. E não adiantava rinosoro, nem noex, nem plurair, nem nebulização, nem decongex, nem celestamine, nem vick, nem reza forte, nada... nada deixou meu pequeno dormir o sono dos justos. E eu e Adriano no prompt né? Vendo os ponteiros do relógio marcar 01:00, 02:00, 03:00, 04:00 e pronto! 05:20 hora de me arrumar pra encarar o dia looooongo que vinha pela frente.
Agora tô aqui. Só o pó da rabiola.
Hoje ele tem aula somente meio período, e deve estar nessa hora tirando um cochilo com o pai.
À noite é a festa de encerramento da escola e estou aqui pensando se tenho em casa alguma base para disfarçar minhas olheiras e estar linda para ver filhotinho brilhar na "Dança do Quadrado", uma das músicas que vai coreografar. Quero só ver! hahahaha
.
E eu juro! Juro que o próximo post vai ser só sobre a festa e o arraso que foi! Nada de doença, zic zira ou similares, ok?
Palavra de escoteira!