,

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Reunião escolar

E no sábado foi dia de reunião escolar. Adoro!
Uma das coisas que sinto a maior inveja é das mães que podem estar todos os dias na porta da escola na hora da saída... Quem me dera... rs
Então dia de reunião, num sábado de manhã, para mim é o máximo. Nem a chuva que caía me desanimou a sair debaixo do edredon...
Já cheguei lá ouvindo das professoras que encontrava pelo pátio que Arthur simplesmente arrasou no dia anterior, na Festa das Avós.
Minha primeira pergunta: "Qual foi a música?????" e a tia Ju deu mais uma peça pro meu quebra-cabeças: "Huuum... foi uma música do Luan Santana... não me lembro o nome..." Tudo bem, Tia Ju. Tá faltando poucas dicas agora! rs
Logo fomos encaminhados para a sala de cada turminha e ali os pais exercitam o que tem de melhor... falar!
Muito bom saber que minhas insatisfações são compartilhadas. Principalmente no que se refere à última festa junina, o último cardápio que veio e até o valor do uniforme escolar de inverno, que eu por conta própria comprei um genérico de elanca no Saara por R$30,00 (o da escola é R$80,00 mas eles permitem que se use outro, desde que vermelho) e todos os pais me perguntaram o endereço na intenção de comprar também... hehehe 
A professora de inglês foi convidada a participar da reunião e  falou sobre o quanto as crianças estão desenvolvendo a cada aula e eu nem sabia disso! (Cheguei em casa e comprovei que ele já sabe algumas palavrinhas como apple, blue, boy, etc) Fofo!
Tia Thais falou sobre o plano de aulas. Que já está trabalhando o nome de cada um e que Arthur, inclusive, já é capaz de copiar seu nome. Que a partir de agora vai começar a mandar semanalmente exercícios para serem feitos em casa. Ela também fez comentários individuais, e ressaltou que já vê Arthur interagindo com os amigos nos momentos de lazer, correndo junto com os outros. E eu esperei o final da reunião para conversar com ela de forma detalhada.
Também conversei com a tia da cozinha sobre a alimentação do pequeno. Ela me falou detalhes do preparo do meu maior bicho de sete cabeças, arroz integral. E disse que ele já está totalmente adaptado ao novo paladar. Bom saber. 
Abaixo o relatório de desempenho, com a avaliação anterior para compararmos como ele desenvolveu em vários aspectos.
Legendas:
S - Sim
N - Não
ED - Em desenvolvimento
NT - Não trabalhado

LINGUAGEM ORAL
Organização de ideias e pensamentos
Relata fatos já acontecidos, expressando suas ideias com clareza - N - N
Repete palavras e sons emitidos anteriormente - S - S
Possui vocabulário adequado à idade - ED - ED
Narração de histórias
Cria uma história - N - N
Identificação das vogais
Reconhece as vogais trabalhadas no bimestre - S - S

LINGUAGEM ESCRITA
Coordenação motora
Segue movimentos direcionados (pontilhados ou não) - ED - S
Desenvolve movimentos direcionados da esquerda para a direita - ED - S
Grafia das vogais
Escreve as vogais apresentadas no bimestre - ED - S
Nome
Identifica seu nome - S - S
Escreve seu nome - ED - S

NOÇÕES MATEMÁTICAS
Cores
Identifica objetos quanto à cor - S - S
Associa objetos quanto à cor - ED - ED
Formas geométricas
Identifiva objetos quanto à forma - S - S
Associa objetos quanto à forma - ED - ED
Tamanho
Identifica objetos quanto ao tamanho - S - S
Associa objetos quanto ao tamanho - ED - ED
Textura
Reconhece texturas distintas - ED - ED
Reconhece espessuras distintas - ED - ED
Numerais de 0 a 10
É capaz de seriar os números apresentados no bimestre - S - S
Escreve os números trabalhados no bimestre - ED - ED

NATUREZA E SOCIEDADE
Temperaturas
Reconhece temperaturas distintas - ED - ED
Estímulos odoríferos
Reconhece odores distintos - ED - ED
Percepção gustativa
Identifica alimentos doces, salgados, amargos - ED - ED
Corpo humano
Reconhece partes do corpo e sua funções - S - S
Representa graficamente o corpo humano - ED - ED
Datas comemorativas
Prticipa ativamente das datas comemorativas do bimestre - S - S

ARTES VISUAIS
Criatividade
É capaz de criar objetos com materiais recicláveis - ED - S
Percepção visomotora
Faz desenhos em formas - ED - S
Percepção visual/coordenação motora
Segura a massa de modelar em pedaços, criando formas diversas - S - S
Utiliza a tesoura corretamente - ED - ED

INICIAÇÃO MUSICAL
Sons e ritmos
Executa movimentos próprios de acordo com a pulsação da música - S - S
Respeita o movimento de iniciar e parar de tocar e cantar - ED - S
Identifica alguns instrumentos de percussão (forma e som) - NT - ED
Identifica alguns estilos musicais - NT - NT

EDUCAÇÃO FÍSICA
Executa os movimentos de coordenação motora ampla
Percorre trilhas com obstáculos - ED - ED
Executa movimentos orientados - ED - ED
Executa os seguintes movimentos de coordenação motora fina
Amarra cadarços/barbantes - NT - NT
Segura objetos - S - S

INICIAÇÃO À LINGUA INGLESA
Apreciação à lingua inglesa
Participa das atividades com interesse - S - S
Apresenta boa pronúncia - ED - ED

ATITUDES GERAIS
Entra na escola com tranquilidade - S - S
Interage com a professora - S - S
Interage com os amigos - N - ED
Participa das atividades livres - ED - ED
Participa das atividades dirigidas - S - S
Ajusta-se com facilidade as situações novas - ED - ED
Aceita com tranquilidade os limites da rotina escolar - ED - ED
Apresenta independência na resolução de problemas - ED - ED
Apresenta dificuldades em expressar suas emoções - ED - ED
Permite o uso de seu material escolar pelos colegas - ED - ED
É cuidadoso com seus objetos de uso pessoal - ED - ED
Desenvolve uma atividade com início, meio e fim - ED - ED
Completa uma sequência conhecida - ED - ED

Dia das Avós

Aconteceu na última sexta feira. Foram minha mãe e minha sogra e voltaram bem animadas.
Deixei a máquina no ponto de fotos e minha mãe foi a fotógrafa escalada. Adriano disse que ela até que aprendeu rapidinho... Perguntei se ele a ensinou a filmar também... rs - "Sinta-se satisfeita dela conseguir bater as fotos!" rs
Passei as duas últimas horas do expediente ansiosa do que estaria acontecendo na escola, e assim que entrei no ônibus liguei para minha mãe, que tinha acabado de chegar em casa. "Que festa ótima! Que presente lindo! Arthur arrasou! Dançou olhando pra gente (ela e minha sogra) e no final veio correndo nos abraçar..." "E qual música ele dançou?" - perguntei. "Sei lá!" foi a resposta da minha mãe. Como se pouco importasse para a invejosa da mãe (que não pode entrar na festa que é preparada exclusivamente  para as avós) saber que música o filho dançou - e arrasou... rs
Cheguei em casa doida para ouvir a segunda versão, da minha sogra: "Ahhhh... Foi muito boa a festa! Arthur dançou direitinho..." e quando eu perguntei: "Qual a música que ele dançou?" minha sogra foi um pouco mais detalhista: "Ah, não sei o nome! Mas era música de sucesso porque tava todo mundo cantando..." hehehe - um pouquinho melhor...
Enfim...
Um dia serei avó e tirarei essa onda também...
[Sinto que não vai demorar muito para que ele alcance a altura delas!]

quinta-feira, 15 de julho de 2010

A brincadeira tem que continuar

... Toy Story 3” toca facilmente o coração do espectador, especialmente de adultos e adolescentes. É um filme melancólico, triste, que emociona por abordar temas universais, como a amizade, o amor, a despedida e até mesmo a morte. É impossível não se afeiçoar com a trajetória de vida dos brinquedos, apaixonados por seu dono, mas cientes de que o adeus é praticamente inevitável. Eles irão se separar para sempre, com a dor profunda que essas duas palavras trazem consigo.
...
Faltam também palavras para explicar porque “Toy Story 3” é tão bom. É uma mistura de sentimentos puros que nos envolvem a cada cena protagonizada pelos brinquedos de Andy. Um desfecho perfeito encerra o filme e não se espante se ao final dos créditos seus olhos estiverem marejados. É simplesmente o resultado da harmonia de um longa-metragem pertencente a um estúdio que, felizmente, não se cansa de produzir obras-primas da animação. Mais uma vez, palmas para a Pixar...
Darlano Didimo – Cinema com Rapadura

.
Então...
Bem que o crítico acima avisou: "...não se espante se ao final seus olhos estiverem marejados".
Não fiquei com olhos marejados não... eu chorei mesmo, e muito!
O filme é perfeito! Do início ao fim. Ponto.
Mas muito melhor que assistir um filme maravilhoso, foi presenciar a estreia de meu pimpolho nos cinemas da vida. E ele curtiu taaaanto!
Não sei se o saco enorme de pipoca ajudou a fazer da sala escura um ambiente aconchegante, mas o fato é que ele permaneceu sentado até o final do filme. No final já estava mudando de posição, é verdade, mas se até a gente se cansa de permanecer sentado por tanto tempo, imagina uma criança de 4 anos...
Ele prestou atenção na estória, curtiu, e chegou a gargalhar em algumas cenas! Junto comigo, claro! Que já não sabia se também ria do filme, ou se ria com a alegria contagiante dele...
Depois que descobriu o nome do cowboy, passou o resto do filme me mostrando: "Ó o woody, mamãe!" 
E foi assim... a primeira de muitas sessões de nossas vidas!



[essa gargalhada não era para a câmera não, viu? era do filme mesmo]

quarta-feira, 14 de julho de 2010

A primeira vez do Arthur

Já tem tempo que ensaio a coragem de levá-lo ao cinema pela primeira vez.
Essa vontade ficou mais intensa depois que ele estreou no teatro e eu não estava perto para saber se ele curtiu ou não.
E então não poderia ter surgido oportunidade melhor, a estreia nos cinemas de Toy Story 3, filme que embalou minha infânc... ops! abafa que eu já tinha quase 20 quando Woody iniciou sua saga há quase 15 anos atrás...
Mas enfim... quem não se emocionou com a história do cowboy? Até hoje se passar na televisão eu vejo sem culpa e já estou rezando pro Arthur se apaixonar também para que eu tenha mais um motivo para comprar os dois primeiros DVD's e esperar, no mercado, pelo lançamento do 3.
Tá todo mundo falando que é ótimo e eu acho que não vou ter melhor oportunidade no mundo de unir o útil ao agradável: Apresentar a telona pro meu filho e de quebra com um filme que eu sou completamente apaixonada...
No sopetão comprei os ingressos pela internet e está marcado para hoje à noite.
Estou tããããão ansiosa... como se a primeira vez fosse minha! hehehe
Tomara que ele goste... eu acho que vai gostar... rs
Na pior das hipóteses, se ele estranhar a tela enorme ou o som muito alto, ainda assim não há de ser um programa perdido, porque eu tenho certeza absoluta de que eu vou amar! :)
Amanhã contou como foi, viu?
Dizem que Barbie e Ken dão um tempero especial ao filme... :)
(Para quem não sabe, os amigos mais próximos me conhecem como Barbie... hehehe) 

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Um menino de 1 metro de altura!!!!!

Na verdade, 1,01 cm... até passou de 01 metro... rs
Em dois meses ele aumentou 1,5 centímetro!
Essa foi, com certeza, a melhor notícia da consulta de ontem, com a pediatra. 
Também aumentou 340 gramas, meu magrelo!
Levando-se em consideração os cortes que fizemos na sua alimentação ele teria aumentado mais...
Como sempre, conversamos bastante e fez suas considerações a respeito de tudo o que vem acontecendo na vidinha de Arthur.
Falamos das duas fonos, e do quanto ela acha que ele desenvolveu nas últimas consultas.
Da nutricionista, que ela não conhece mas que aprova o fato de não cortar alimentação e sim reduzir/limitar.
Da natação, que ela aprova e inclusive assina embaixo na escolinha que escolhemos.
Enfim...
Continuou com o nasonex (1 x ao dia) e o noripurum (15 gts - 2 x ao dia)
Passou o Nutrinfan (5 ml - 1 x ao dia)
E como justo ontem ele apresentou o dia inteiro de diarréia, pediu que inseríssemos alimetos que prendam e que observássemos hoje durante o dia e, caso continuasse, pediu para darmos o floratil.
Mediu: 101 cm.
Pesou: 13.890 g

Nutricionista

E ainda na sexta, após o fatídico jogo que nos eliminou da Copa do Mundo, fomos voando para o consultório da nutricionista. Patrícia é o nome dela. Também me pareceu muito boazinha e sensata, o que é melhor.
Segue a teoria de não trabalhar com cortes, e sim com limitação de quantidade, uma vez que isso é muito complicado para crianças. Se para um adulto já é difícil... faça ideia... como explicar para ele que agora não pode mais comer o pão nosso de cada dia?
Enfim...
Fez perguntas se ele tem restrição a algum alimento, pediu quantidade que está habituado a comer pela manhã/almoço/lanche/jantar e disse que em 09/07 (amanhã) estará disponível um cardápio feito especialmente para ele.
Para não morrer de aflição durante o intervalo que ela deu para liberar o cardápio - 01 semana, eu levei uma listinha com os itens que ele está acostumado a comer para ela me dizer o que eu poderia dar ou não.
O que pode:
Pipoca (doce e salgada), corn flakes (sem açucar), requeijão (light), inhame/abóbora  e ela mesma incluiu na minha listinha batata/beterraba (em pequenas porções). Gelatina, desde que caseira (suco de frutas com gelatina incolor). Bolo (01 vez por semana), fubá (ás vezes), biscoitos integrais, iogurtes (em pequena quantidade).
O que não pode:
Miojo (ela prefere que substitua por macarrão fidelinho), leite fermentado, bala, jujuba, chocolates, amendoim, fandangos/skiny, flan.     
Isso é só uma prévia, já que o cardápio definitivo ainda não saiu, mas já aliviou um bocado meu coração.
Principalmente pela pipoca, já que ele se acaboui de comer com essa estória de Copa do Mundo... A Ziza que o diga! rs
Assim que receber o cardápio completo eu posto aqui. 

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Natação

Sexta feira foi um dia super corrido.
Antes da eliminação do Brasil na Copa do Mundo tínhamos compromisso na escola de natação: a avaliação para determinar se ele ficaria na turma referente a idade dele ou se ficaria na turminha individual.
Logo que chegamos fomos atendidos pela instrutora (ou seria professora? Ou avaliadora?) que pediu que eu o trocasse e o levasse até ela, na piscina. E Arthur numa curiosidade sem tamanho... rs
Enquanto ele observava a imensidão da água, ela nos explicava como funcionavam as aulas, quais os níveis existentes, qual o objetivo para cada um deles, quais os benefícios. Inclusive falamos do atraso de fala, do atendimento fonoaudiólogico e ela nos deu a excelente notícia do quanto é benéfico para a articulação da face os exercícios respiratórios que são feitos na água. E como é que eu ainda não sabia disso?   
Enfim... Muito simpática a tia Jacque. Estava escrito na lata dela o quanto é experiente com os pequeninos e por isso não demorou 05 minutos para Arthur se render e cair nos seus braços dentro daquela piscina enorme e quentinha.
Vai pra lá, vem pra cá... Bate pernas, bate braços... Conta até dez... Pede para ele repetir alguns movimentos e pronto! Mais uns cinco minutos e ela já voltava com ele. Já tinha terminado a avaliação...
E quem disse que ele queria sair? Chorou muuuuito. Foi muito pior para sair do que para entrar, o que, segundo ela, é um excelente sinal. Temos um peixinho em casa. 
Como já prevíamos ele inicia na turma individual. Nenhum problema específico. É só porque de início ele ainda não tem controle de respiração e é perigoso deixá-lo solto e sem monitoramento individual. 20 minutinhos por aula. Terça e quinta. No final do dia.
[estão vendo ele ali no final com a tia Jacque?]
Foto de celular, não reparem na qualidade...

Não foi dessa vez...

...que levamos o título... :(
Enfim! Mais 04 anos de espera para tentar alcançar o hexa!
[Só esse sorriso para trazer meu bom humor de volta!]