,

quarta-feira, 23 de abril de 2008

27 meses


É hoje!!!!!
Meu gatinho lindo já tem mais um mês de vida!
Foi hoje, inclusive, que veio com mais uma novidade: sabe falar seu nome.
Estava pintando com ele e enquanto eu escrevia seu nome ia falando pausadamente: Ar-thur. Eis que ele resolveu repetir: "Aaar-thuuuuu". Adriano que estava no quarto voou pra sala e pediu que ele repetisse, e ele, como se fosse a coisa mais banal do mundo, repetiu: "Aaaarthu" (sem o "r" no final, porque também já é pedir demais, né? hahaha
Lindo da mamãe! Parabéns por mais um mês e muito obrigada por tudo o que tem me feito viver: os desenhos espalhados no chão, as risadas que me proporciona com cada gargalhada que você dá ao assitir determinado desenho (agora por exemplo, você está gargalhando com a Pink Dink Doo), a bolinha que batemos hoje cedo no quintal e que me deixou tão cansada e feliz!
Já te disse que te amo?
.
Tem mais postagens ali embaixo, viu?

Feriado preguiçoso

Ficamos assim...
Pleno feriadão prolongado e ficamos totalmente preguiçosos de nos mover!
Com cinco dias em casa o que Arthur mais fez foi assistir o DVD Bebê Mais - Animais, que por sinal eu indico muuuuito. Educativo, estimulante, super simples, é parada certa para os baixinhos (pelo menos para o Arthur é). No domingo fomos na Rô/Alê e levamos o DVD para o caso do pequeno querer mexer onde não devesse. Claro que precisamos usar, e só na casa da Rô ele deve ter assistido umas três vezes. E cada nova vez era como se fosse a primeira... Ele gosta mesmo!
Mas como não sou a favor de televisão o tempo inteiro (guardo esse trunfo para momentos em que eu realmente preciso que ele esteja sozinho e quieto), na segunda imprimi uns desenhos na net e dei uma caixinha de giz de cera para ele pintar. Também funciona muito bem já que ele adora pintar, mas é algo que ele não gosta muito de fazer sozinho, quer sempre que eu me sente ao lado para pintar com ele. E é exigente a criança! Quer que eu pinte onde ele determina... rsrsrsrs
Ainda na segunda-feira fomos ao aniversário do Lucas e Arthur curtiu mais um bocado. A festa foi na hora do almoço e Arthur não tirou a soneca de praxe. Ficou acordado até o final da festa e como de lá ainda passamos na minha mãe, ele só foi "capotar" quando saímos de lá, por volta das 18:30h. Aí já viu né? Deu 20h e lá estava eu, tentando acordar o pequeno para dar banho (de gato) e dar-lhe a mamadeira antes de colocá-lo no berço. E foi direto até o dia seguinte.
Ontem não enforquei o feriado, e como Adriano também tinha umas coisas para resolver em banco, o pequeno ficou com a vovó Olympia. Quando cheguei só ouvi elogios: se comportou muito bem, pintou seus desenhos, comeu tudo e ainda repetiu um macarrãozinho sozinho. Isso mesmo. Quando ele termina de almoçar pede a colher para raspar o prato, e a gente sempre coloca uma colher de alguma coisa para incentivá-lo com a coordenação motora. Não é que o danado se vira muito bem com o talher?
Desde sábado está evacuando 03 vezes ao dia, e com isso desenvolveu assadura no bumbum (ainda que eu sempre use hipoglós). Estou dando água de coco para evitar que desidrate, e tentando controlar com a alimentação: batata, inhame, gelatina, maçã e banana. Vamos ver até amanhã, se não melhorar entro em contato com a pediatra.
No domingo recebemos convite para sermos padrinhos de casamento do Zé (padrinho do Arthur) e da Fátima, em julho. Bebê vai ficar lindo de morrer de novo, mas dessa vez não vou bobear e vou tirar muuuuitas fotos.
.
Estou triste... Não consigo mais visitar e Edila e nem a Mara. Ambas colocaram senha no blog, e embora a Edila já tenha me passado a dela, o blogger informa que o blog não foi encontrado. Alguém me ajuda, pleeeease?

Dia do Índio

Com relação ao leite eu tenho feito minha parte: na quinta-feira à noite fiz bolo de chocolate com leite de soja e mandei várias fatias para a escola. Se estava bom ou não eu não sei (rs), mas o pote voltou vazio na sexta.
E foi justo na sexta que ele chegou em casa assim...

A escola também mostra interesse. Veio na agenda a resposta de meu pedido de colaboração, e as tias ressaltaram que eu não preciso me preocupar pois no que depender da escola, o que puder ser feito, será. Inclusive a tia perguntou a marca do biscoito que costumo comprar, acho que providenciarão a mesma marca para que eu não precise ficar mandando de casa.
Que bom!

terça-feira, 15 de abril de 2008

Dia de consulta

Ontem foi dia de pediatra.
E eu com um monte de perguntas prontas na cabeça: o resfriado que não passa nunca, o nariz que só vive congestionado, o exame de alergia (ao leite) que deu negativo, a anemia, etc, etc, etc.
Chegamos lá às 14h e Arthur estava com o pique total. Ele já conhece o caminho dos brinquedos e sabe que ali é tudo liberado. A calça clara ficou preta em menos de 01 hora de esfregação no chão.
Às 17h, já sendo o próximo da vez, Arthur veio para meu colo, amuado. Estava quentinho. Como o ar estava muito forte e as mãos estavam geladas (pois ele estava no chão) achei que fosse impressão.
Entramos e pedimos Dra. Mônica que medisse a temperatura e... batata! 39º de febre! Assim, do nada... Sem motivo aparente... Lá mesmo ela ministrou 3,5 ml de novalgina e no caminho de casa a febre já havia baixado. Às 01:00 da manhã teve 38,8º que cedeu novamente com a novalgina.
Hoje foi pra escola e acabei de ligar, está bem, a febre não voltou.
Mas voltemos à consulta:
Fui direto ao resultado dos exames, principalmente ao da Imunoglobulina IgE que deu bem acima do normal. Ela foi clara e direta:
“Ele é alérgico e ponto! Você não vai se preocupar com nada além disso no resultado desses exames. Nem a pequena anemia, que é totalmente normal na idade dele, nem o resultado do leite que deu negativo, pois como eu já tinha te avisado o exame não é confiável nessa idade, nem nas outras pequenas alterações. Vamos nos focar na alergia que ele tem, que não sabemos se é de poeira, mofo, picada de inseto, cheiros ou de algum alimento (que pode ser do próprio leite). Sabemos apenas que ele é alérgico e ponto. Para nos aprofundar no assunto, é necessário o encaminhamento para o especialista, o alergista, mas preciso saber se você estará disposta a fazer o tratamento que no geral é minuncioso, podendo inclusive haver a necessidade de vacinar.”
Sinceramente, estou chegando à conclusão que só assim vou livrar meu pequeno desse incômodo. Pois já fazemos tratamento com homeopatia e nada. Cortamos o leite e nada. Puxa... se ela não indicasse o alergista dessa vez, eu mesma buscaria um.
Com relação ao leite eu tenho que abrir aqui um parêntese:
Quando iniciamos o tratamento com o corte do leite de vaca, eu estava no gás total. Comprei muitos itens de soja, cortei totalmente os produtos feitos com derivados de leite, enfim. No início deu super certo. Mas confesso que depois relaxei um pouco. Continuava comprando o leite de soja, o adess para vitamina, biscoitos feitos à base de soja, mas aí bastava Arthur estar na casa das avós (ou de qualquer outra pessoa) para que algo que não podia lhe fosse oferecido. Fosse um leite fermentado, um copinho de sorvete, um biscoito de leite, ou um simples pedaço de bolo. Eu mesma, involuntariamente, quando via já lhe estava oferecendo um pão de queijo. Não é por mal. Ele gosta e quando a gente vê já está dando. Aí ele voltou pra escola. Eu avisei do teste, mas disse mesmo que não seria nada tão rigoroso. Que se ele pegasse um biscoito do amigo, não precisariam se descabelar, que ninguém ia morrer por isso. Acho bem que não deveria ter dito isso. Porque na semana passada eu tive a prova de que o que era para ser “não tão rigoroso” foi interpretado como “podem dar à vontade”. Adriano disse que a tia avisou na saída que estavam fazendo vitamina para dar na parte da tarde, e então solicitavam o envio de uma mamadeira. E eu perguntei pro Adriano: “Mas estão fazendo vitamina de quê?”. Se elas sabem que ele não está tomando leite de vaca, a solicitação não deveria ser da mamadeira e do leite de soja? (...). Sem questionar, mandei os dois e na saída do dia seguinte o novo recado da tia: “Pai, Arthur não aceitou muito bem a vitamina com o leite de soja. Tomou menos da metade. Achei estranho pois é o leite que faço a vitamina em casa e ele geralmente toma tudo. Enfim. Pedimos para que insistisse.
Ontem, como Adriano foi buscá-lo para a consulta antes do horário do lanche, a tia o entregou e avisou: “Acabou de tomar um iogurte!”
Aí eu tenho que concordar com a pediatra: Do que adianta comprar uma lata de R$26,00 de leite de soja se na escola ele toma iogurte? Não pode e pronto! Viu o amigo comer um pedaço de queijo e quer comer também? Ele NÃO PODE e ponto final! Ninguém vai morrer por isso. E então eu mandei na agenda o recado: O que até então era para ser EVITADO, a partir de agora deveria ser totalmente CORTADO. E eu vou tentar fazer minha parte, acompanhar pela agenda os dias de bolo, por exemplo, e pedir que minha mãe faça em casa bolo de guaraná (ou de laranja, ou de cenoura) para que eu mande na mochila.
Vamos ver...
Do mais, continuará tomando cewin (por uma semana vai tomar 2x ao dia, após retorna 1x ao dia), o asmax, o beneroc vai tomar até acabar o vidro atual, a nebulização c/ 5 ml de soro, 9% (3 ou 4x ao dia) e narinas lavadas sempre! Pediu que levantemos a cabeceira do berço e em caso de febre e/ou dor ministrar com 3,5 ml de novalgina.
Questionei com relação à dengue, por que agora aparece a febre e a gente logo se apavora. Ela disse que só podemos pensar em dengue após três dias seguidos de febre, o que eu espero realmente que tenha parado ontem.
Pesou 10.550 gramas e mediu 87 cm.
.
Mudando de assunto, um recadinho:
Edila, eu não tenho seu e-mail. Me manda a senha do blog, pleeeeeeease!

segunda-feira, 7 de abril de 2008

É um blog muito bom sim senhora!

Ai gente! Acabei de receber esse selinho da fofa da Lucia, mãe do gostoso Gui.
Tô aqui feliz e contente, sabem por quê? Porque faço esse blog com um amor do tamanho de um bonde e quando alguém reconhece isso, nossa! Para mim é a glória!
Obrigada Lucia!

E as regras do selinho são as seguintes: (copiando também...)
- Esse prêmio devemos atribuir aos blogs que gostamos e os quais visitamos regularmente e postamos comentários!
- Ao receber o selo “é um blog bom sim senhora!!” devemos escrever um post incluindo: o nome de quem nos deu o prêmio com o respectivo link de acesso + a tag do prêmio + a indicação de outros 7 blogs.
- A tag do prêmio deve ser exibida no blog!

E meus sete blogs indicados são:

- Da Malu, mãe da Julia, a francesinha mais linda da net. Também é scrapper e uma de minhas musas inspiradoras.

- Da Fabi, mãe da minha ex-futura-nora, Melissa.

- Da Edila, mãe dos gêmeos mais fofos da América.

- Da Aninha Reis, mãe dos lindos e encantadores André e Arthur. Além de excelente fotógrafa, é uma scrapper de mão cheia também!

- Da Karim, mãe do Petit Piá que tem os olhos mais lindos da net, Léo. Também dá show como fotógrafa. Aff! De dar raiva, viu?! rsrsrs

- Da Simoni, mãe do Hique, outro gato lindo que a net me apresentou. Simoni também me faz babar com seus scraps!

- Da Mic, minha "tia" de scrap e que me faz querer "ser igual a ela quando crescer". Mãe dos deliciosos Rafinha e Julia.

Pode indicar mais não??????

Tem o da Ana Calabresi da Laura, o da Lu Brasil do Lorenzo e Enrico, o da Fafá do Samuca, aimeudeus! Pronto! Quebrei a regra! rs

sábado, 5 de abril de 2008

Olhos, ouvido, boca e nariz!

É! Arthur descobriu as partes de seu corpo!
Na verdade eu não sei desde quando ele já tem conhecimento disso, pois eu nunca tinha perguntado antes, mas sei lá porque motivo na última quinta feira eu perguntei para ele onde estava o olho do Arthur e ele me mostrou. Fui em frente e perguntei: "E o nariz do Arthur, onde está?" e ele apontou. E em seguida me mostrou a orelha, a barriga, a cabeça, o pé e ao questionar pela boca, ele arreganhou a mesma e me mostrou a língua! rsrsrs
Tá bom, tá bom, já tá mais do que na hora dele não apenas me mostrar, mas "falar" todas as partes de seu corpo, mas cada coisa a seu tempo né? E eu fiquei foi muuuuito feliz com mais esse aprendizado do meu filhotinho.
Outra coisa que ele aprendeu foi a coreografia da música do coelhinho: "De olhos vermelhos, de pêlo branquinho, orelhas bem grandes, eu sou o coelhinho..." Com certeza devem ter dançado isso a semana inteira antes da Páscoa! Fica um fofo interpretando "dou mil cambalhotas, sou forte demais!". E eu agarro muito, viu? E com tanta agarração criamos o "abraço beeem forte!" A gente se abraça forte e ele adora!
Mas nem tudo são flores... Ele também anda ensaiando umas birras que eu detesto. Se joga no chão ao ser contrariado. Cisma que tem que ter tudo o que quer. Se eu dou uma jujuba, ele quer o pacote inteiro, e não aceita quando dizemos que acabou. O problema, é que algumas vezes a bala acaba mesmo, e aí não tem quem segure a fúria do pequeno ditador. Não sei a quem puxou o gênio tãããão forte, viu? rs Diz o pai que puxou à mãe. Eu como mãe digo que há controvérsias.... rs
O fato é que em alguns momentos não sei como lidar com as pirraças. Quando ele se joga no chão eu simplesmente ignoro. Finjo que não vejo. Não dou ibope. Pelo menos é o que imagino ser correto. Mas quando ele esperneia pedindo por algo que já não tem ou quando chora sentido porque quer o 43º pedaço de chocolate (que ele não pode comer, lembram?) mas que ele sabe que tem na geladeira, aí o bicho pega... não sei mesmo o que fazer... e não adianta enrolar com um biscoito, ou uma fruta, nada disso... então eu deixo chorando, na maioria das vezes! Isso quando eu não resisto e acabo dando o 44º pedaço. Aff! É difícil educar, viu?
.
...
.

Semana passada eu tive uma crise braba de sinusite. Nunca tinha tido e protelei por quase uma semana para ir ao PS, que eu tinha certeza estaria lotado por conta da dengue aqui no Rio. Dito e feito. Fiquei umas três horas aguardando atendimento.
Medicada, fui essa semana a um otorrino e descobri o que já desconfiava: tenho rinite alérgica! Aff!
Acho que isso justifica o Arthur ser todo alérgico também...
E por falar em dengue, o que é isso, hein?
Fiquei apavorada com a quantidade de crianças no Pronto Socorro aguardando atendimento. Nossa! E fora que o Bê (meu sobrinho) também pegou... Graças a Deus já se recuperou!
Por aqui tenho prevenido com calça e meia para dormir e muito repelente na criança. Agora, absurdo é o valor do repelente ter subido às alturas! No ano passado, da última vez que comprei, o off kids estava por volta de R$8,00. Já está por R$15,00, acreditam?
.
...
.
Agora deixa eu tentar fazer algum scrap... ando tão saudosa! :)