,

terça-feira, 23 de junho de 2009

Batizado da Hellen

No domingo batizamos a princesa.
Missa linda. Batizado no meio dela e não somente no final. Do jeitinho próprio do Padre Marcos. Fazendo com que todos os presentes à Missa participem desse momento tão especial.

Da igreja partimos pra casa da Berna para comemorarmos não só o Batismo da Hellen, mas também o aniversário do Bê.
Final do dia com bolo delicioso de nozes e então fomos pra casa, exaustos e enormes depois da feijoada m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a servida na hora do almoço.

Pediatra

Na última quarta feira Arthur teve consulta com a pediatra.
Pesou 12.715 g.
Mediu 94 cm.
Aumentou 1 cm e ganhou 500 gramas. Excelente evolução.
Falei com ela do fato de Arthur meio que estar enjoando da mamadeira. Fica lambendo, lambendo... algumas vezes leva mais de uma hora agarrado com ela, para no final deixar mais da metade do leite dentro dela. Então ela disse ser uma ótima oportunidade de tentar tirar introduzindo um café da manhã na mesa, com copo de leite (mesmo que ainda com o mucilon) e pãozinho ou biscoito. Quero aproveitar o próximo final de semana para tentar, já que esse que passou foi bem agitado e mal paramos em casa.
Questionei mais uma vez a fala atrasada e ela, pela primeira vez nesses mais de três anos, indicou um otorrino (que é o mesmo que atendeu o pequeno na urgência do abcesso no ouvido) para dar uma avaliada, e, sendo o caso, ele mesmo tem uma filha que é fonoaudióloga. Vou marcar.
Consulta tranquila, receita que de hábito sempre vem cheia de medicamentos e vitaminas dessa vez só indicava o uso nasal do nasonex 01 x ao dia, sem interrupção, e só. Bom demais.

quinta-feira, 18 de junho de 2009

A bicama chegou

Demorou, mas chegou...
Comprei a bicama em 07 de maio e logo fui avisada que não tinham em estoque, e que por conta disso a entrega e a montagem só poderiam ser feitas no dia 30 de maio.
Ainda que tenha achado o prazo longo, concordei, e tendo concordado nada mais poderia fazer a não ser esperar.
E então eis que no dia 28 ligaram pro Adriano dizendo que a cama chegou da fábrica na cor errada e que, portanto, não poderiam entregar na data combinada.
Fazer o quê?
Reagendaram para o dia 13 de junho.
E então no dia 12, dia dos namorados, eu de folga, descansadinha, passando o dia a esperar maridinho chegar da loja, prevendo todo o romance que o dia pede e ...
(pausa para tirar as últimas fotos do pequeno no berço, ao acordar do soninho da tarde)

(despausa)
E então fiz almoço romântico, delicioso, marido adorou... e descansamos... e ficamos à toa dentro de casa naquele friiiiiiiio danado... e eu resfriada, tossindo, corisando, e... lembrei que como a cama chegaria no dia seguinte era necessário desmontá-la, já que eu estaria sozinha com Arthur e como o quarto é pequeno não daria para os caras montarem a bicama com o berço lá, e etc, etc, etc.
Enfim...
Lá foi Adriano desmontar o berço o que só acabou lá pelas 20h.
Nem louca sairia para comemorar naquele frio duzinferno, e nem louca iria novamente para a cozinha fazer qualquer coisa que me exigisse qualquer esforço, e então...
Bem...
Marido tanto enrolou para pedir alguma coisa que por fim, já lá pelas 22h, lá fui eu fazer um prato de miojo para cada um e Arthur filando o prato de ambos (ele é loucamente apaixonado por macarrão de qualquer espécie - até de miojo).
How romantic!!!!!
Pensa que terminou né? Claro que não!
Esqueceu que o berço foi desmontado?
Pois então! Assim terminou a noite: Eu e marido na cama - com Arthur no meio de nós.
"Dia dos namorados, o senhor me espera no ano que vem, tá?"
Mas o pior nem foi isso...
No sábado nem saí de casa, esperando os homitudo da entrega e montagem. Deu 10h, 12h, 15h e nada. A essa altura Adriano já estava em casa e ligou pra loja pra saber e "Já estão na rua, senhor. Até 18h eles entregam." Oi?
Tudo bem. O dia já estava perdido mesmo. Só nos restava aguardar.
E então exatamente às 18:05h os homens bateram no portão. E montaram o dito cujo.
E eu terminei de arrumar colocando o kit.
E imediatamente Arthur se jogou nela.
E eu bem acho que ele gostou...

segunda-feira, 8 de junho de 2009

E quanto ao desfralde...

...vai tudo indo, obrigada!
Coisa boa é comprar apenas 01 pacotão de fralda para o mês inteiro! Céus! Achei que essa época nunca fosse chegar... Só sabe quem passou (ou passa) por isso!
Porque comprar alimentos, remédios, roupas, sapatos é uma coisa... Você faz o sacrifício numa boa e fica até feliz quando vê a criança saudável, forte, arrumadinha...
Outra coisa é pagar por algo que literalmente vai para o lixo! rsrsrs
Enfim! O alívio mensal é bom demais!
E então ele praticamente não deixa mais escapar o nº1. Tão logo o levemos ao banheiro ele já o faz e adora acionar a descarga e dar tchau pro xixi.
Percebo que o desfralde noturno também será tranquilo, porque com frequência a fralda amanhece seca. Basta que ele acorde e a gente o leva pro vaso e então lá vem aquele xixizão comprido. Ainda assim não quero atropelar etapas e pelo menos por enquanto prefiro que ele continue dormindo de fralda.
Com relação ao nº2, a grande novidade: ontem após o almoço fui lhe dar banho. Tirei sua roupa e resolvi fazer o teste (intimamente certa de que ficaríamos ali por longos minutos até que ele me convencesse a descer do vaso) e, como a gente nunca pode deixar de acreditar, meu menininho fez o cocô mais lindo e festejado de todo o mundo! E não foi um cocozinho mixuca não! Foi um cocozão! hahaha
Ele adorou, bateu palmas comigo, deu tchau pro dito-cujo e ficou feliz com a minha felicidade! Se tivesse um leitor de mente provavelmente captaria um: "Mamãe é louca, coitada! Tão feliz por causa de um cocô fedido!"
Enfim...
Um saco lavar cueca cagada (só no sábado foram 4!) e eu espero que daqui pra frente ele me presenteie mais vezes com o trono cheio!

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Antes que eu me esqueça...

...deixa eu registrar que essa semana veio reclamação da escola!
Hahaha!
Só rindo!
Rindo aqui, entre nós, pois na frente dele não posso... :)
Segue nosso diálogo quando eu cheguei na quarta feira:
- Tia Ju disse que hoje o mocinho perdeu o direito...
- Jura? O que ele fez?
E peguei Arthur e coloquei no meu colo.
- Parece que rasgou o mural da turma... (daquele jeito vago e sem detalhes que tanto me irrita...)
- Puxa filho! Não pode rasgar as coisas na escola!
E Arthur com cara de paisagem, fingindo que não era com ele...
- É. Mas Tia Ju disse que tem explicação... elas passaram os dias anteriores trabalhando a técnica de rasgar folhas...
:O
Alguém me depila, pelamordedeus!

terça-feira, 2 de junho de 2009

Arrumação, comemoração e coroação

Final de semana corrido, como tem que ser para quem trabalha fora e dentro (de casa, ops!).
Preciso conversar com alguém e estipular um aumento de horas pra minha vida. Quem é o responsável, por favor?
No sábado acordei limpando casa. Quando olhei no relógio já eram 13:40 e ainda não havia almoçado. Parte boa é ter sogrinha no andar de cima sempre com um arroz e feijão fresquinhos a oferecer... rs
Depois do almoço engatei na passagem da roupa lavada no dia anterior. Acatei a técnica de não deixar acumular mais de duas máquinas de roupas para passar, o que faz a passagem ser mais rápida (ainda que tenha que passar duas vezes na semana)...
Depois de passar roupa fui tomar banho e lavar cabelo para dar um trato (se não tem tu, vai tu mesmo - depois que comprei secador e prancha a cabelereira nunca mais me viu, sorry...)
E pronto. Já era hora de ir pra Jacque comemorar seu niver do dia anterior.
Fim de dia perfeito. Com amigos perfeitos. Comemoração perfeita.
.
***
.
E então chegou o domingo.
E eu numa preguiiiiiiiiiiiiiiiiiça...
Mas então Adriano acordou disposto a dar um trato no quarto do Arthur. Trocar disposição dos móveis (para dar lugar à bicama que deveria ter chegado no sábado e ligaram avisando de um emprevisto e que não poderia ser entregue), instalar a televisão, tirar quadrinhos de bebê, arrumar brinquedos, enfim!
A manhã passou e os brinquedos ficaram no canto da sala a espera de um novo fôlego para dar um trato neles.
Em compensação o quarto já está com cara de menino grande (ainda que o berço ainda esteja lá montado), e já no domingo Arthur passou boa parte nele, brincando de massinha na sua mini mesa. Tão bonitinho...
Na sexta feira veio trabalhinho da escola novamente. Acho que virou rotina.
Fizemos juntos e fiquei encantada com a habilidade que ele tem de trabalhar com colagem (o dever de casa era colar numa moldura de papel - que já veio pronta - uma foto da família).
De noite um evento religioso. Arthur seria anjo na coroação de Nossa Senhora, evento católico organizado pela catequese (que conta com o comando de minha sogra).
Achei que ele não ficaria nem 01 minuto dentro daquela roupa. Também achei que não deixaria colocar as asas. E o arco de papel da cabeça seria arrancado no primeiro instante. Ah, sim! Óbvio! Ele também não ficaria quieto no palco, e eu seria obrigada a subir para ficar com meu bebê no colo, seguindo orientação da organizadora, minha sogra.

Mãe é bicho negativo né? E filho é sempre imprevisível!
O danado não só colocou a roupa, como adorou a asa (e depená-la!). E o arquinho ficou lá, o tempo inteiro! E sim, ele ficou sentado e quieto. Como um anjinho tem que ser!

Que vergonha de minha negatividade. Que orgulho do meu anjinho!
Tá bom, tá bom! Ele estava era caindo de sono (pois não dormiu a tarde como de costume) e só por isso não ficou pulando de um lado para outro naquele palco, mas também não chorou! E isso é o que importa!

E sendo "o neto de D. Olympia", meio que virou uma estrela na noite. E todo mundo querendo tirar fotos. E todo mundo vindo falar com ele... Bem legal!
Acho que a partir de agora ele assume como o anjo oficial da família. Até que passe o bastão para a Hellen (assim como Arthur recebeu do Bernardo).
É o ciclo!