,

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Consulta com pediatra

Ando com tanta preguiça de postar...
Quando o ânimo chega, geralmente vem junto com cartas para bater, relatórios para conferir e aí já viu, né? A consulta que aconteceu na quinta feira passada só vai ser postada hoje, 05 dias depois. Enfim... antes tarde do que nunca!
Mas também não teve nada de tão especial na consulta não. Tirando o fato de que o consultório estava vazio e pudemos falar sobre tudo, de psicologia infantil a receitas de bolos.
O leite e seus derivados foram liberados mesmo, ainda que eu perceba a Dr. Mônica meio assim... com um pezinho atrás... Disse que vai liberar sim, mas que vai continuar a observar... Humpf!
Falou que ele até pode ter o aumento da adenóide, mas que isso por si só não é motivo para ele ter tantas infecções. Então indicou o início de tratamento a base de cápsulas (mais tarde posto o nome) para tomar por 10 dias e dar um intervalo de 20 dias, no período total de três meses, com o intuito de prevenir as benditas infecções.
Fora isso vai continuar com a vitamina C e o ferro 2 x ao dia e o Plurair nas narinas todas as noites.
Não cresceu (humpf!) e teve um aumento de pouco mais de 100 gramas (mais tarde vejo o valor exato, em casa).
Falamos sobre as birras, que são comuns nessa fase, e ela deu dicas preciosas. Confirmou o que eu sempre falei: caso ele faça no meio da rua (o que ainda não aconteceu, graças a Deus!) que a gente deve mesmo ignorar. Eu falei pra ela que só espero conseguir usar isso na prática, já que na teoria parece realmente ser muito simples...
Com relação à seleção que ele começou a fazer nos alimentos, ela disse que nessa idade ainda não dá pra negociar, então o jeito é realmente camuflar o que ele não quer: cenoura, agrião, chuchu. Vale tudo para ele não deixar de comer o que é necessário. Então eu disse pra ela que não sou a favor de esconder o alimento, eu acho que ele tem que saber o que está comendo sim, só que ela disse que ele ainda não tem maturidade de aceitar que isso e aquilo são necessários e que vendo, e não querendo, ele simplesmente NÃO VAI COMER! Antes eu esconder e ele comer do que o contrário. E eu cheguei a conclusão de que realmente faz sentido.
Do mais, Arthur quase destruiu o consultório dela, tentou abrir todas as portas e gavetas, comeu praticamente toda a fatia de bolo que estava sobre a mesa (presente da avó de um outro paciente), enfim! Ele marcou a presença direitinho!!!!!!
Esse vídeo eu fiz lá na minha mãe, quando ele cismou que tinha que arrancar essas florzinhas. Só parou quando eu expliquei que plantinha gosta de carinho e aí pronto! Danou a dar beijos estalados na planta... Que sortuda né? :)

E ele está sim, muito carinhoso. A gente pede um beijo e ele dá vááááários, todos estalados e babados. Ô delícia!
Ontem eu estava postando umas fotos no orkut e ele viu a foto do pai. Pela primeira vez falou com todas as letras, sem ninguém pedir: Papai! O Adriano estava tomando banho e quando saiu eu voltei com a foto e o danado repetiu. Claro que o pai ficou todo bobo, né?
Dia desses eu fiquei fazendo ele pular na cama igual um sapinho e me lembrei daquela música da Xuxa que fez parte da MINHA infância, Croc croc, lembram? "Croc, croc... croc, croc... mas que sapinho feio, pisca o olho sem parar..." e comecei a cantar pra ele esse refrão (que é só o que me lembro). Aí uns dias depois ele me vem do nada com o: "Cóqui, cóquiiiiiiiii... cóqui, cóquiiiiii..." e se olhando no espelho e simulando um sapo! Gente, até eu me lembrar de que música se tratava levaram alguns minutos e quando eu me lembrei e cantei junto com ele... nossa! Como ficou feliz! Então eu busquei na internet e baixei a música para me lembrar da letra e coloquei para ele ouvir ontem, e foi muito engraçado. Ele não sabia se mamava, se ria com a música, se ria comigo...
Vou criar um CD com as músicas preferidas dele para começarmos com a disputa de quem ouve o quê no carro... Quem será que vai ganhar?

Nenhum comentário: