,

domingo, 9 de abril de 2006

Retorno inesperado

Na última semana parece que minha vida virou de cabeça para baixo.
A pessoa que cobre minhas férias e que eu cubro a dela pediu demissão na sexta feira passada, sem a intenção de cumprir o aviso prévio a partir da segunda feira que passou.
Bem, como já disse, na falta dela eu a substituo. Na minha falta, ela me substitui. O que significa que meu diretor me ligou na segunda feira pela manhã perguntando qual a possibilidade de eu retornar, mesmo que para fazer um horário bem flexível, apenas para dar uma força nesse momento que para a empresa é o mais complicado no ano. Trabalho numa associação de aposentados e nossa empresa serve de intermediária entre eles e planos de saúde, funerário, odontológico, etc. O contrato principal, que é com a Unimed, estará sendo renovado justamente agora em maio, e para isso temos que recalcular os valores de TODOS (mais de duas mil vidas), alterar boletas bancárias da maior parte, alterar desconto em folha de outros, enviar correspondência, aguardar o pronunciamento de muitos que pedem para sair, ouvir as justas lamentações com o alto índice, em suma, é um período brabo, que não permitiria sequer treinar uma nova pessoa. Não tive como recusar, mesmo tendo a diretoria me deixado muito a vontade. Então, desde terça feira, mesmo sabendo que é contra a lei, estou indo num horário que embora bem flexível ainda é bem cansativo para mim. Chego a hora que dá, geralmente as 10:30, respeitando a mamada da manhã, que ocorre sempre as 08:00. Certo mesmo só a hora de sair, 15:30. Mas infelizmente não consigo alcança-lo para a mamada da tarde. Tiro leite na bomba mas essa só é suficiente para a mamada das 11:00 h. Então perco duas mamadas dele. Uma que é de leite materno, e outra que acaba sendo de NAN (aff). Não queria que ele tivesse que tomar NAN tendo leite materno para ele, mas prometi para mim mesma, e já deixei bem claro na empresa, que esse sacrifício só será feito neste mês. A partir de maio estou em casa novamente. Foram minhas condições. Não quero perder mais um minuto sequer do crescimento do meu filho. Enquanto isso, ele fica bem cuidado, com a minha mãe.
.
*****
Oftalmologista
Na quinta feira Arthur visitou a Dra. Cristina, oftalmologista recomendada pela tia Mônica.
Príncipe que é, se comportou muito bem.
Olhos arregalados desde que entramos na sala, o exame não durou mais que cinco minutos.
Tudo certinho, como já prevíamos.
.
*****
.
Posição para dormir
Toda tarde, desde recém nascido, o Arthur já dorme de bruço. E como dorme. Às vezes por cinco horas seguidas. Só que até então eu relutava em colocá-lo nessa posição de noite por medo dele sufocar e eu não ver. Até chegar uma bela noite e meu pequeno acordar de duas em duas horas. Não resisti e coloquei-o na referida posição. Resultado: dormiu de 03:00 até as 08:00 da manhã. Suficiente para meu medo acabar. rs
Agora não penso duas vezes. E já se tornou hábito. Dorme 21:00. Acorda entre 03 e 04:00. Dorme de novo até 08:00 da manhã. Delícia.
.
*****
.
Gargalhadas
Meu filhotinho é simpático com todos, ri direto pra muita gente. Mas basta a Deidei chegar perto que de tanto gargalhar, acaba tendo soluços. Fico p da vida (rs), pois o soluço dele só passa a base de peito. E ela até que tem peito pra dar e vender, mas vazios!!!!! kkkkkk
Agora basta ela se aproximar e eu aviso: se colocar soluço nele, vai tirar! rs - e ela com aquela cara de pau: "Mas eu não tenho culpa..." rs

Nenhum comentário: