,

sexta-feira, 4 de agosto de 2006

Consulta - 6º mês

A consulta aconteceu na quarta-feira.
Arthur, como sempre, entra e sai sorrindo do consultório. A sensação da consulta foi a enorme mijada que ele deu na Tia Mônica. Fui obrigada a dizer "Bem-feito!" Ela tirou a roupa dele, mediu, pesou, e ao invés de devolvê-lo para vestirmos a roupinha dele, ficou lá, fazendo graça para ele, e ele que já não gosta de atenção se escancarava de rir. E assim ela ficou... encantada com as gargalhadas dele... e ele pelado... Não foi por falta de aviso que de repente... uma mijada certeira na barriga dela! kkkkkkkk
Ele está ótimo. Crescendo e engordando dentro da normalidade.
Mediu 66,5 cm e pesou 6.835 gramas.
Passou janta para ele, o que não foi notícia das mais agradáveis para mim, já que vou "perder" a mamada que dou assim que chego, às 18:00. É tão bom para nós dois ele mamar assim que chego... mas segundo Dra. Mônica ele já está precisando de mais comida "com peso". Em outras palavras, nessa fase o leite materno ainda é importante, mas já não o sustenta por muito tempo. Motivo este que faz com que o pequeno queira tudo o que estamos comendo. Na verdade essa justificativa é a minha. A justificativa da Dra. Mônica é de que tudo é em razão da fase oral em que ele se encontra. É mais do que normal TUDO o que ele vê, querer levar à boca. Não só o que comemos... De qualquer forma, acho que para não me contrariar, passou biscoito de maisena. Se tivermos que comer algo na frente dele e para evitar a peninha de não poder dar para ele também, liberou o biscoito. Adorei!
No almoço, ao invés da sopa de legumes (que agora passa para o jantar), passou caldo de feijão (4 x por semana), macarrão (até 2 x), 1/2 gema de ovo cozida (2 x) e sopa de ervilha (com músculo).
Passou vitaminas que vai tomar até 01 ano. Redoxon (ou cewin) e ultrafer.
Também pedi um repelente para espantar os mosquitos e ela passou Off kids.
Acho que foi só...
A idéia era saírmos de lá e levá-lo ao posto para as doses de Tetra, Anti-pólio e Hepatite B. Já estava até me preparando para uma eventual (mas não bem-vinda) reação, ja que da última vez ele sentiu dor na perna, mas acabamos saindo muito tarde do consultório, e além disso estava chovendo. Achamos melhor adiar para a próxima segunda.
.
*****
.
Mudando de assunto, preciso falar aqui sobre a Debora, a mãe do Daniel (um bebê muito lindo por sinal!). Ela deixou um comentário no post da amamentação dizendo que eu a tinha ajudado com meus relatos. Como ela não tem blog, a incluí no MSN, e batemos um longo papo. Nossa! Não tinha noção que poderia servir de exemplo para alguém... E fiquei realmente muito emocionada. Na verdade, aconteceu com ela o que já aconteceu comigo. Sou muito agradecida a algumas blogueiras que (de repente sem saber) foram (e ainda são) muito importantes para meu aprendizado como mãe... Obrigada meninas, pela constante ajuda!
Obrigada Debora, pelo carinho! Saiba que estarei aqui te ajudando no que puder!

Nenhum comentário: