,

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Consultas

Quinta feira foi dia de odontopediatra.
De cara detestei o consultório. Sombrio, escuro, sem qualquer atrativo infantil. Mas até aí, tudo bem. Mas tô eu imaginando que a dra. dentista fosse muito boa, já que foi indicada pelo meu dentista, que é excelente!
Ela estava atendendo outra criança e assim que essa saiu da cadeira, Arthur já foi invadindo o consutório e subindo na cadeira. A dra. sinalizou de forma positiva pois assim ele já estaria se familiarizando com o ambiente. Achei louvável da parte dela. Então me perguntou o que fazíamos ali. Expliquei tudo. Falei da queda, do abcesso, do antibiótico, do novo abcesso e do pedido da pediatra de que se fizesse o Raio X, motivo pelo qual optei por essa dra., já que no consultório dela, além da consulta, o Raio X também seria feito. Ela então pediu nossa ajuda para que ele abrisse a boca (árdua tarefa, por sinal!) e quando conseguimos, ela disse: "É... tem um abcesso... (jura?) Provavelmente teremos que fazer um canal, mas só vamos confirmar com o Raio X. Ocorre que estou alérgica (?) e não estou podendo manipular o aparelho de Raio X, então vou te indicar uma clínica aqui no prédio mesmo, para que ele faça lá e confirmando a necessidade do canal a gente tenta fazer e se eu não conseguir (oi?) eu te indico outro colega..." (como????)
É óbvio que não voltaremos lá!
Primeiro porque eu só fui lá para fazer o Raio X, e se por algum motivo ela não pode operar a máquina, no mínimo deveriam ter me ligado avisando, já que o raio X estaria incluído na consulta, ou seja, eu não precisaria pagar por ele, enquanto que na clínica que ela indicou... Isso pra mim foi uso de má fé, já que eu paguei consulta para ouvir o que eu já estou careca de saber.
Segundo porque eu não fui com a cara do consultório, como já disse anteriormente.
Terceiro que se ela mesma não se garante (não sabendo se vai ou não conseguir tratar a boca de meu anjinho) não sou eu que vou ficar pulando de galho em galho. Acho que para ser odontopediatra, a pessoa já tem que estar preparada para as crianças mais ativas também.
Enfim...
Já marquei consulta em nova clínica que realmente tem a especialidade de odontopediatria. Vai acontecer na próxima sexta, dia 07.
.
Na sexta feira (31/10) foi consulta com pediatra.
Nada de muito diferente, já que a única coisa que vem incomodando mesmo é o constante catarro.
Ele mal acabou de tomar a dose de medicamento que o otorrino passou, e a secreção já estava voltando. Então ela orientou estender o cefaclor até que finalizasse o vidro, e o celestamine por mais três dias. E além disso orientou o uso de soro caseiro nas narinas 20 x ao dia, utilizando o conta gotas do rinosoro.
Disse que já está na hora de entrar novamente com o Annita 20 mg/ml (4,5 ml 2 x ao dia por 03 dias) mas somente quando finalizar essa fase de cefaclor/celestamine.
Indicou um oftamologista pediátrico, já que eu falei pra ela que ele agora fica cerrando os olhinhos, principalmente quando está assistindo TV, como se estivesse com dificuldades para ver. Ela falou que pode ser somente um cacoete, mas como tem histórico familiar (eu e Dri somos míopes) pode acontecer dele também ser.
Perguntei se há algum problema dele tomar banho de piscina, já que com esses dias quentes que vem fazendo a criancinha não pode ver a piscina limpa que se joga, e (graças a Deus!) ela liberou com o seguinte discurso: "Sem tomar o banho de piscina ele deixou de corisar?" e com a nossa resposta negativa ela complementou: "Então não faz diferença!" E o Arthur agradece!
Do mais, mediu 89 cm (de pé) e pesou 11.330 gramas.
.
Hoje foi dia de voltarmos ao otorrino. Lá mesmo fez uma audiometria em que não houve sinal de infecção. Mas o médico detectou que ele continua com o nariz muito cheio. Então prolongou o uso da dupla cefaclor/celestamine e bateu na tecla de lavar bastante as narinas com rinosoro. Se antes tinha colocado 4 x ao dia, agora quer 8 x. E se possível que o ensinemos a assoar o nariz (ha-ha-ha). Então já compramos um vidro de rinosoro exclusivo para a escola e eu mesma me encarreguei de passar a bola (ou o pepino!) para as tias. É feio isso né? Mas elas devem ter mais didática do que eu!
E semana que vem voltaremos nele para ver como está.
.
P.S: Luciana, você deixou recadinho aqui pedindo informações sobre scraps, mas não deixou seu e-mail. Se quiser, me adiciona no MSN: sandrilima@ig.com.br.

Nenhum comentário: