,

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Só para atualizar, de novo...

Não sei o que acontece comigo em alguns momentos.
Perco a inspiração, sei lá! Abro a caixa de postagem, olho, olho e nada.
Não sei o que escrever, ou sei mas tenho preguiça...
Então, de novo, mais uma vez, vou só atualizar...
O que pintar além, será lucro!
Bem... dia 17 de julho entrou de férias. Teoricamente, somente, pois na prática por ele ser do integral automaticamente entra na Colônia de Férias.
E a programação é intensa na escola: teatro, oficinas, festivais, são algumas das atividades.
Antes de entrarem de férias a escola promoveu o Dia das Avós, que na verdade só é comemorado no dia 26 de julho. E então, no último dia de aula lá foram Vó Quinha e Vó Olympia participar de um lanche coletivo seguido de apresentações dos pequenos. Só para variar Arthur não dançou... hahaha



Com esses dias frios a gente não tem tido muito ânimo para sair, é bem verdade. Então a gente tem se curtido por entre as cobertas.
Ainda assim, Arthur pegou um resfriado e na madrugada de sábado teve febre de 38,3º. A febre ainda se repetiu na mesma noite, mas foi embora no domingo e não voltou mais.
Foi-se a febre mas permaneceu a secreção o que o faz dormir com certa dificuldade. E dá-lhe nebulizar!
Em contra partida cismou com a cama. Então bastou ele descobrir que pode sair dela a hora que quer e vez ou outra está na beira da nossa, pedindo uma vaguinha no meio da gente. Confesso que eu acabo não resistindo e não é difícil ele estar ali, abraçadinho com a mamãe, com a mão no meu rosto, respirando no meu pescoço. Ô delícia, viu? Para não acostumá-lo mal (nem a mim mesma) deixo só o tempo dele pegar beeem no sono, e volto com ele para onde ele tem que estar, na cama dele...
Agora eu o tenho forçado a repetir frases de 3 palavras, pelo menos. Então ele já repete: "Arthur quer água", "Arthur quer balinha", "Umbigo da mamãe"... Aliás, eita menino que gosta de um umbigo, viu? Umbigo e barriga. Grávida na frente dele sofre de tanto que ele quer alisar e abraçar. Quando a Hellen e o Davi nasceram foi engraçado. Ele passou a olhar para a barriga de Berna e Rô, respectivamente, com olhar surpreso, do tipo: "cadê a barriga que estava aqui?" - Eu queria mesmo ele saber o que se passa na cabeça dele quando a barriga some... rs
Já não é tão indiferente com crianças de idade inferior a dele. Um bom exemplo é a Maria Vitória que acabou de completar 2 anos e é loucamente apaixonada por ele. Corre atrás dele, chama por ele o tempo inteiro: "Arthuuuu, Arthuuuu" e ele não dava a mínima pra ela, tadinha... Sei lá o que aconteceu, mas de uma hora para outra ele passou a gostar da ideia de brincar com ela, e basta passar pela foto dela na geladeira de casa que pára e me mostra: "Maiiia Itólia".
Muito bonitinho os dois brincando de roda, eles adoram: "atirei o pau no ga-to-to... miau!!!"

Diferente dele, Maria Vitória fala tudo (e um pouco mais! rs). Então eu gosto quando eles se encontram porque sempre acho que pode ser um estímulo a mais pra ele.
Por falar em fala, essa semana ele teve consulta com o otorrino indicado pela pediatra. Aquele que é especialista em problemas de fala, lembram? Que a filha é fonoaudióloga? Pois então. O Dr. Pepe passou uma bateria de exames (audiometria inclusive) e disse que só após a realização desses ele poderá indicar ou não a cirurgia de adenóide, bem como a indicação da fono. Isso porque Arthur já era consultado por outro otorrino, e então ele prefere iniciar o tratamento do zero.
Como no dia da consulta, por coincidência, Arthur amanheceu com o ouvido cheio de cera, ele indicou o uso de um medicamento para pingar no ouvido 4x ao dia (por 7 dias), depois ele vai fazer uma lavagem, e só então ele poderá realizar os tais exames.
À essa altura eu já estou começando a ser favorável à cirurgia. Ele que já dorme com certa dificuldade, tem sofrido muito mais com esse clima frio e úmido.
Mas... como não sou médica... que seja feito o melhor pelo meu pequeno!
Ah sim! A Deidei (a madrinha dele, Beth, que desde a época do Bernardo é chamada de Deidei) deixou de ser Deidei. Não é dinda, nem dindinha, nem titia, nada disso... ela passou a ser simplesmente: Beth!

E basta vê-la para disparar um "Beeeetti" mais maroto e mais sacana do mundo! Como se a estivesse provocando... e querem saber? Ela adora, que eu sei! hahaha
Ah sim! Hoje é niver do padrinho dele, Zé Luis, que está de férias lá no Mato Grosso do Sul.
Que tenha toda a felicidade do mundo, compadre! Hoje e sempre!
E é isso! pra quem estava sem ânimo de escrever, né?

Nenhum comentário: