,

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

O retorno às aulas

E eis que passado o turbilhão com os preparativos do que nem seriam festas, e sim pequenas comemorações, na última semana pude voltar ao meu ritmo normal.
Eu ainda não tinha parado para ver o uniforme, muito menos o material do mocinho. E aqueeeeela lista, né? Mil itens de tudo quanto é lugar... da papelaria à drogaria, aff!
E que fofo! A partir desse ano ele vai ter livro. ("Fofo" só até eu descobrir que o livro custa R$50,00. Aff, de novo!)
E então lá fui eu! Primeiro fazer contas de quanto de uniforme eu conseguia comprar com os R$100,00 que Arthur ganhou de presente: 02 camisetas sem manga, 01 com manga, 01 short e a agenda escolar. Como é caro cada pedacinho de pano, viu?
Ziza conseguiu parte do material escolar. Outra parte foi do que sobrou do aniversário dele (folhas, giz de cera e papel pardo) e não fosse a facada do livro, até que esse ano eu teria ficado bem feliz com o que gastei.
Depois a parte que mais gosto: etiquetar. Adoro identificar tudo! Como esse ano a mochila é dos Backyardigans, optei por repetir as eiquetas do ano passado. E que fofas ficaram!
E como ele está num momento "in love" com seus dvds dos Backyardigans, não preciso nem dizer o quanto ele namora sua mochila a cada vez que passa por ela: "Pablo, Pablo!"
No sábado quando acordou eu fui do meu quarto ao seu encontro, enquanto o pai veio da cozinha. Chegamos os dois juntos. Ele abriu aquele sorrisão.
Então eu disse:
- Bom dia, filhote! Olha quem tá aqui! Quem é esse? (apontando pro pai)
- Papaiiiiiiii
- E quem sou eu?
- Mamããããe
- E você... quem é você?
- Tatu!
.
A cada semana que passa ele dá uma progredida na piscina.
Na semana de seu aniversário passou a entrar e sair sozinho, totalmente independente. Não precisa de qualquer ajuda, ainda que seja para entrar pelo lado fundo, seu lado preferido. Por um lado é ótimo! Enquanto ele está com a bóia eu posso ficar totalmente despreocupada com ele. Mas... e sem a bóia? Meu medo agora aumentou, já que ainda não sei se ele já entende o perigo de entrar sem ela. Então as atenções estão totalmente redobradas nos dias normais.
Domingo cedemos nossa casa para o aniversário de nosso amigo DD, e a piscina foi o ponto alto da comemoração.
Adriano jogou Arthur lá no alto para ele mergulhar na piscina. Eu gelei. Adriano esperou ele voltar do fundo. E ele?
Vejam o vídeo e me digam se ele gostou...
.
.
Ele amou! Voltou gargalhando! Ô peixinho!

Nenhum comentário: