,

quarta-feira, 22 de abril de 2009

E o desfralde...

...vai indo!
É cansativo, viu?
Um verdadeiro jogo de paciência!
Vamos por parte... o nº 1:
Quando colocado no vaso sanitário, ele até faz... do contrário, não pede.
Pior... não se incomoda em ficar molhado. E não dá sinais de que vai fazer. Nem segura o pinto, nem cruza as pernas, nada...
Aí vou jogando com a paciência mesmo, de hora em hora o levo ao vaso e na maioria das vezes ele faz. E eu continuo fazendo festa, ajudando-o a dar a descarga, dando tchau pro xixi, seguindo mesmo a cartilha do "um dia após o outro" e rezando para que não demore muito para ele pedir ou ir sozinho.
Agora o nº 2... Céus! Não houve uma vez sequer que ele tenha feito no vaso. E eu ainda não descobri qualquer sinalzinho de que esteja fazendo, seja ir para algum cantinho, seja fazer força, ou mudar de cor, sei lá! Nada...
Ele simplesmente não para o que está fazendo... faz no meio de qualquer atividade... seja assistindo TV ou brincando de carrinho.
Eu sei que ele costuma fazer após o almoço, mas isso pode variar...
Nesse último final de semana, por exemplo, a minha mãe tentou após o almoço e ele nada. Bastou sair do banheiro e ele fez. No domingo, idem. Era eu quem estava com ele e fiz questão de acompanhá-lo na tentativa. E ele nada. Bastou sair do banheiro com ele e uns cinco minutos depois... sinto o cheiro! Aí bate aquela sensação: "Se eu tivesse ficado com ele mais um pouquinho...", mas como vou saber?
Ontem a mesma coisa. Dei o almoço dele e em seguida fomos pro banheiro. Coloquei o redutor para ele ficar mais a vontade. Cantei. Brinquei com ele. Expliquei por que estávamos ali. Tentei deixá-lo sozinho. E contei no relógio: 40 minutos. E ele nada. Relutou, tentou sair algumas vezes, ficou caladinho em outras, mas o nº 2 que seria bom, nada.
Por fim vi que aquilo estava parecendo castigo, e como acho que esse não é o melhor caminho, desisti.
De fato ele não fez naquela hora, mas à noite... lá estava a cueca cheinha! Que raiva!
Não brigo com ele, mas é inevitável jogar o discurso básico que eu nem sei se ele entende... "Puxa filho! Não pediu a mamãe pra levar no banheiro... etc, etc, etc"
E vou seguindo o lema: "...um dia após o outro, e dentro de cada dia muitas cuecas lavadas!" Aff!
Tem que demorar assim mesmo? Eu cheguei a lavar, no mesmo dia, quatro cuecas!
Ah sim! E como se não bastassem minhas dificuldades em casa, ainda tenho que lidar com as da escola, que na semana passada pediu Adriano que o levasse para escola de fralda pois elas não estavam com nº suficiente de professoras para ficar levando-o ao banheiro de hora em hora, já que ele não pede para fazer...
Era só o que me faltava né? Depois de duas semanas fazendo xixi no vaso eu ter que regredir com a fralda porque lá elas não podem acompanhar como eu acompanho em casa! Imaginem o nó na cabeça dele?! "Em casa de cueca, na escola de fralda..."
Tudo bem, ele não pede... mas quando levado ele faz.
E outra, quando iniciei o desfralde fiz questão de ligar e falar com a coordenadora. Se elas não estão dando conta, se o número de professoras está pequeno, que reclamem com a coordenadora!
Na hora que o Adriano me falou, na quinta a noite, eu tive que me segurar para não dizer poucas e boas através da agenda. Depois pensei melhor e falei pro Dri mandá-lo na sexta de cuequinha e conversar na boa com a tia da manhã. Por sorte quem o recebeu foi a Tia Adriana que também explicou na boa os motivos delas, mas ainda assim se comprometeu a acompanhar o Arthur mais vezes ao banheiro.
Coincidência ou não, quando Adriano foi buscá-lo com máquina em punho para registrar o pequeno fantasiado de índio, o mesmo não estava na sala. Adivinhem onde estava? No banheiro!
Eu gosto muito da escola, gosto mesmo! E ficaria realmente muito decepcionada se não pudesse contar com elas nesse momento tão importante no desenvolvimento do meu filho.

Nenhum comentário: