,

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Páscoa

A cada ano que passa, a Páscoa se torna mais divertida.
Sou adulta e como tal conheço bem o real sentido desse dia, mas não posso deixar de curtir o lado infantil junto com a criançada da família, mais ainda por ter um pimpolhinho meu ali no meio daquela farra.
Acordamos por volta das 9h e permanecemos na cama até umas 10h (tal como os dois dias anteriores) e acho que só não curti mais a preguiça da cama porque tinha a deliciosa tarefa de criar pistas e espalhar pelo quintal os ovos que o "coelhinho" havia trago para as crianças: Arthur, Bia, Cauã, Bernardo, Hellen (no colo da Dani) e Robson (que chegou de surpresa).

E que delícia que foi aquela correria toda!
Aquele sobe e desce entre uma casa e outra e o quintal!
Arthur ainda não entende de coelhinho da Páscoa, muito menos quis deixar na cabeça as orelhinhas que as tias da escola fizeram no último dia de aula (motivo pelo qual não tenho fotos!), mas já entende muito bem que esse dia é especial para ganhar sua guloseima preferida no momento: "Cocoate" e passou o dia inteirinho me levando para a porta da geladeira com a carinha mais sapeca do mundo a me pedir: "Cocoate quer..."

E eu resisto?
Vejam as fotos da farra.

Nenhum comentário: