,

segunda-feira, 6 de abril de 2009

O desfralde - primeiro round

Com relação ao desfralde, de tudo o que vocês me disseram, das dicas e opiniões, o fator predominante foi o tempo. O tempo certo dele. Nas palavras da Sandra, minha xará: "...o tempo!! somente ele te responderá quando seu menino estará pronto definitivamente..."
Mas também ficava martelando na minha cabeça a dica da Kika: "Quanto ao desfralde, tire a fralda um dia e nunca mais, isso mesmo, nunca mais a coloque!"
Em base nisso resolvi fazer uma média geral e chegar no "meu" comum acordo, no que eu sei que serei capaz de fazer.
E então, acordei no sábado determinada: deixar a preguiça de lado e fazer a minha parte!
Certeza? A única que eu tinha era que cruzar os braços e esperar que ele se desfralde sozinho é que não aconteceria mesmo!
E também jogar essa responsabilidade para a escola não era justo. E só em eu ter consciência disso já era um passo dado.
Como nesse sábado ele ficaria com minha mãe , pois era dia de eu ir pra loja com Adriano, deixei ela instruída a não colocar fralda, levá-lo ao banheiro de 2 em 2 horas, conversar, e não brigar caso algum acidente acontecesse.
Quando cheguei da loja o relato de minha mãe foi esse:
- Levou-o ao banheiro às 10h e ele não quis fazer. Ela sentou-se ao lado dele, conversou, abriu torneira e nada. Bastou tirá-lo do vaso e no minuto seguinte... o acidente no sofá da sala.
- Almoçou e antes que desse tempo dela levá-lo ele já havia feito o nº1 e mais o nº2. Cuequinha cheia! Tomou banho e foi dormir, sem fralda.
Quando ele acordou, às 16h, eu já estava lá. Levei para o banheiro, conversei de novo, mexi na altura da bexiga, simulei o som do xixi, abri torneira e de repente ele fez! Fiz festa, gritei "parabéns!", ele me ajudou a dar a descarga e demos tchau para o xixi.
Fomos pra casa e por volta das 18h Adriano o levou novamente e sem delongas ele fez. Nova festa, nova descarga, novo tchauzinho para o nº1.
Como tínhamos um casamento para ir, resolvemos não arriscar e então colocamos a fralda.
Ontem, um novo dia de combate.
Assim que ele terminou de mamar tirei a fralda e o levei ao banheiro. Ele fez. Simples assim. Como se já tivesse entendido que lugar de xixi é no vaso.
Coloquei cuequinha e marquei no relógio que antes de 12h teria que levá-lo novamente. Só que aí eu falhei. Comecei a fazer o almoço dele, minha sogra desceu e puxou conversa e dali a pouco vem ele, com a cuequinha molhada. Com raiva de mim mesma por ter dado mole, o peguei no colo falei aquele textinho meio que ensaiado, que eu nem sei se ele entende, mas que eu li em algum lugar que deve ser feito: "puxa... não deu tempo de ir no vaso... não tem problema... da próxima vez você avisa para mamãe, tá bom?... etc etc etc..."
Ele almoçou, tomou suco e antes de dar banho sentei-o no vaso novamente. E novamente fez...
E assim encerrei a operação desfralde do fim de semana, uma vez que dali fomos pra casa da Rô e como ele iria dormir lá, achei sensato colocar a fralda para não urinar na cama alheia... rs
E terminei o final de semana muuuuuito feliz, sabe... com a consciência tranquila de ter feito a minha parte, e de ter terminado o final de semana com um saldo pra lá de positivo. No final da noite orientei o Adriano a mandá-lo hoje para a escola sem fralda e avisar as tias do progresso do final de semana.
O próximo passo é que ele aprenda a pedir... mas aí já é um outro assunto... um outro tempo para o meu pequeno...

Nenhum comentário: