,

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Natal

Bom demais ficar em casa e fazer nada - exceto dar atenção integral para o menininho que anda um grude só com a mamãe.
E como tá levado, meu Deus! E desfila de um lado para outro da casa pulando como pipoca: "pula, pula, pula!". Para trocar de roupa tá um sacrifício danado!
Ontem para pegar uma bola embaixo da cama ele rastejou igual uma cobra e conseguiu se virar sem qualquer ajuda. Eu fiquei só olhando já prevendo que ele fosse entalar... quebrei a cara!
Já aprendeu a dar o repeat no windows media player, e por umas 447 vezes eu assisti ao vídeo que fiz da apresentação da escola - "Eião"  (leão) é como ele chama.
De Natal, como sempre, ganhou muitos brinquedos (peão luminoso, carros, jogos, lousa do filme "carros" e até um posto aquático que ele se esbaldou de brincar. E por conta disso sentamos ontem para separar alguns dos brinquedos usados para doação. Bom demais imaginar que faremos algumas crianças felizes. O que para a gente é tão pouco pode fazer tanta diferença para uma criança.
Minha intenção é levá-lo no próximo ano a alguma intituição para que ele mesmo faça as doações. Acho que até lá ele já deve ter algum entendimento a respeito.
E então nosso Natal foi assim.
De paz, em família e com muita comilança!
Teria como ser melhor?

Nenhum comentário: