,

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2006

A primeira consulta ao pediatra

Na verdade, essa consulta só deveria ser feita com 01 mês, mas eu estava com muitas dúvidas a respeito de tudo, e tive um outro bom motivo para antecipar a visita. Por duas manhãs seguidas percebemos uma rajadinha muito leve de sangue na fralda. Só aconteceram essas duas vezes, depois sumiu, mas aí eu já tinha ligado pra pediatra e pedindo qualquer horário disponível, já que ela estaria voltando ontem de férias, e consequentemente sua agenda estaria lotada. Chegamos lá às 9 e tivemos que aguardar um encaixe, o que só aconteceu às 11:30. A Dra. Mônica foi muito atenciosa e me tirou muitas dúvidas de mãe principiante. Com relação ao sangramento, disse ser normal, mas passou um exame de urina para destacarmos qualquer possibilidade de infecção. Disse que todo bebê nasce com fimose e que esta tem a tendência de regredir coforme a criança cresce. Ensinou uma massagem (que minha mãe já vinha fazendo) para ajudar nessa regressão. O fato dele evacuar três, quatro vezes ao dia, semelhante a diarréia, é normal. Todo recém nascido pode evacuar tantas vezes mamar. Nos orientou a respeito das vacinas, pedindo atenção para a Rotavírus que entrará em campanha nacional pelo governo. Passou o teste da orelinha que ainda vou pesquisar na net para ter detalhes. Ela disse que é colocado um fone no ouvido do bebê, acho que deve ser uma espécie de audiometria... (?)
Ficou furioso na hora que tiramos suas roupinhas e como troféu deu uma boa mijada nas mãos da pediatra (kkkkk). Já está com 47,5 cm e com 2.275 gramas (ele nasceu com 2,360 mas saiu da maternidade com 2,180 descontando o inchaço). Ela reforçou minha dieta, cortando chocolate, cafeína, camarão, frutas ácidas, etc. E que devo tomar, no mínimo, 03 litros d'água diariamente. Outra dúvida que eu tinha era em relação aos horários das mamadas. Nunca estava certa em deixá-lo dormir ou acordá-lo de 3 em 3 horas. Ela disse que normalmente respeita-se o tempo da criança, mas isso quando já é um bebê maior (em idade). O Arthur, além de ser um recém nascido, ainda está abaixo do peso, e que devo sim, acordá-lo de 3 em 3 horas para mamar. Já vi que estarei ferrada, já que quando o acordamos ele fica mal humorado, sonolento e recusa-se a pegar o bico. Sim, ele simplesmente "trava" a boquinha. Certa vez eu disse que o Arthur mostrava ser, ainda na barriga, um bebê de muita personalidade. Estou tendo provas disso diariamente... rs. Resolvi, então, que seguirei esses horários durante o dia. À noite, o horário é dele. Não vou acordar o bichinho de madrugada... De dia é muito mais fácil, já que sempre tem alguém do lado pra me ajudar com a paciência. Do mais, disse que tudo que vem acontecendo com ele é normal: a pele que está trocando, a luta para pegar o bico do peito, enfim, tudo normal!
.
*****
.
Ontem também foi dia de minha visita à Dra. Laura para retirada dos pontos.
Tudo certinho. Pontos sequinhos. Mamãe "quase" que novinha em folha!
Após essa maratona de pediatra pela manhã e obstetra à tarde, estava aos frangalhos...
Graças a Deus Arthur cooperou com a mamãe e foi dormir às nove, acordou à 1 da manhã para mamar e depois só às 7, com uma fome digna de um pequeno felino!

Nenhum comentário: