,

segunda-feira, 20 de agosto de 2007

A festa dos pais

Aconteceu na manhã de ontem, em um sítio pertinho de casa.
Foi uma delícia!
Chegamos cedo e Arthur logo foi reconhecer o local (que por sinal era enorme). De cara minha cunhada presenciou a seguinte pérola: Uma criança acompanhada da mãe passou perto do Arthur e a mãe ao exclamar "Olha filho, que bebê lindo", eis que o menino solta: "É o Arthur, mãe! Ele toma os nossos brinquedos!" kkk - Tivemos que rir!
.

.
O legal desses encontros é você poder vivenciar o que acontece na escola, saber a opinião das outras mães, o convivío do Arthur com os amiguinhos e vice versa. É muito legal ouvir de uma mãe: "Oi Arthur! O Diego fala todo dia de você!" e presenciar o Diego tentando, em vão, agarrar o Arthur para tirar uma foto. Ou o Enzo, que estava aos berros no colo da tia Andrezza, e ao ver Arthur se aproximando, perguntou: "Aqui Enzo, quem é esse?" e ele, no meio dos soluços, "É o *Rartu Eial..." (*Arthur Leal*) pois na classe tem outro Arthur de sobrenome Guedes.
.

Para os maiores, o Arthur é o bonequinho da escola, e eu acho que as tias devem ter um cuidado enorme com ele, pois na hora em que as turminhas se apresentavam, para evitar que Arthur invadisse o palco eu o coloquei sentado no colo de uma menina (do CA) e quando ela o viu em seu colo parecia não acreditar, e com aquela cara de espanto e felicidade chamou a coleguinha que estava sentada um pouco na frente e falou eufórica: "Carol, olha quem tá no meu colo!". Mais que rapidamente a Carol veio pro meu lado e falou: "Tia, deixa eu segurar ele um pouquinho também?" Achei uma graça e fiquei feliz por que ali tive a certeza desse cuidado especial que as tias têm com ele...
Na apresentação dele a música foi "Abalou" da Ivete... Ficou comportadinho no palco... Tá bom, tá bom! Ele não deu um show de dança! Mas também não chorou e nem saiu do palco quando nos viu... Depois a tia de música também preparou uma homenagem e todas as crianças tocaram um instrumento. Arthur começou com um pandeiro e terminou com um tambor... Lindo da mamãe!
.


O Dri babou né? Como pai e como músico.
E o presente foi um porta CD de madeira, em formato de violão, pintado à mão pelo próprio Arthur.
Depois das apresentações os pais seguiram para o futebol. Lá fomos nós torcer. O difícil foi segurar as crianças e impedí-los de entrar no campo. Por sorte uma mãe abençoada levou uma sacola de brinquedos de praia e achamos um cantinho com areia para as crianças. Arthur se esbaldou, óbvio! Aliás eu não sei da onde surgiu esse fascínio em brincar na areia. As tias disseram que o local preferido da escola é o parquinho de areia. Em toda e qualquer oportunidade eles "fogem" para lá. rs
E enquanto as crianças brincavam, as mães tricotavam. Muito bom ouvir sobre as outras crianças, discutir opiniões, falar das mesmas coisas, compartilhar as mesmas dúvidas...
Papai Dri fez um gol (que eu não vi porque estava de olho no Arthur...) e também ganhou na competição de nado embaixo d'água. Literalmente se esbaldou e foi mais do que merecido, já que a festa era dele.


Enquanto os pais jogavam (o Dri é o do centro), as crias tentavam se enterrar na areia

Após um banho para retirar toda aquela areia, uma pose para registrar o quanto tivemos uma manhã feliz!

Serviu como continuação do nosso 10º aniversário de namoro, que aconteceu na última quinta-feira (16 de agosto). Na verdade eu deveria ter feito um post exclusivo, contando que ganhei um buquê lindo e que saímos para jantar (à três), mas que como agora existe uma pessoinha entre nós dois, a saída para jantar fora foi diversão mais para o pequeno do que para nós dois... Por que? Ah! Porque no restaurante tinha um parquinho, e logo que chegamos Arthur descobriu. Adivinhe onde ficamos o jantar inteiro? Pois é. No parque! Mas como alguém tinha que ficar na mesa, a comemoração foi assim, revesando. Ora ele e Arthur no parque, e eu na mesa, ora eu e Arthur no parque, e ele na mesa. Hahahaha! Nada de jantar romântico! Mas sem traumas, já que foi exatamente o que pedi: uma família feliz!

Nenhum comentário: