,

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Dia das Mães - as comemorações

No sábado foi a apresentação da escola.
Eu tinha certeza que ainda não seria dessa vez que filhotinho me faria babar de emoção com as coreografias, o que eu considero normal levando-se em conta o fato de que ele ainda é muito pequetito. Então cheguei lá sem qualquer grande expectativa.Chegamos cedo e eu tive a possibilidade de ficar bem ali na primeira fila, ignorando o que dizia a tia Andrezza de forma bem marota "mães do Ninho tem que sentar lá no fundo...."
Antes do início das apresentações as músicas já tocavam e Arthur parava na frente da aparelhagem de som, concentrado, já me dando a deixa de como era a coreografia. Ora levantava os braços, ora simulava um abraço, ora jogava um beijinho... como se sozinho estivesse fazendo seu último ensaio...

Depois de alguns minutos a coordenadora solicitou que as crianças seguissem para suas salas para que as apresentações se iniciassem.
Arthur foi sem reclamar, mas o mesmo não aconteceu com seus amiguinhos, e vendo o chororô, caiu no berreiro também.
Foi quando eu entendi por que "deveria" estar lá atrás, escondida: as tias acham que nossa presença "atrapalha" o andamento... rsrsrs
Entraram TODOS chorando, cada dois no colo de uma tia (são seis alunos para três professoras).
No meu caso eu acho que minha presença ajudou a acalmá-lo, pois assim que me viu saiu do colo da Tia Adriana, e embora não tenha feito a coreografia como estava fazendo antes da apresentação, pelo menos parou de chorar e não correu para meu colo. No final da apresentação ele já estava bem calmo e já iniciava um passinho e outro.

Fiquei boba do mesmo jeito... :)
No final da apresentação a coordenadora disse: "Vocês não vão acreditar, mas eles passaram a semana inteira fazendo a coreografia direitinho..." Eu acredito! rs
A música foi "Me abraça e me beija" da Ivete Sangalo e agora basta eu começar a cantar e ele já inicia a coreografia... um fofo!

De presente ganhei um porta-jóias em decapê com a foto do meu pequeno, lindo!

Após as apresentações uma equipe se encarregou de animar a galera, e para não ficar de fora da farra, nem correr o risco do Arthur ser carregado pela mulherada, fiquei com ele no colo, e pulamos juntos de um lado para outro. Fizemos ginástica, dançamos quadrilha, fizemos trenzinho, aff! Nos esbaldamos!
Só saiu do meu colo para conferir o teatro de fantoches, que ele é apaixonado. Quando vi ele já estava no colo do animador e nem se lembrava da minha existência.

Fizeram ainda uma gincana onde foram distribuídos vários serviços de um Centro Estético como brinde, e não é que eu ganhei uma depilação? Muito bom!

Estou até agora com uma baita dor muscular no meu braço direito, fruto do peso do Arthur, mas em compensação tivemos uma manhã deliciosa, só nós dois, mãe e filho!


À tarde o danadinho não quis dormir nem pelo decreto, acho que ainda da agitação da manhã, e como resultado capotou antes das 20h, no caminho da casa da Fátima (que estava fazendo aniversário e ficaria noiva do "Doudou" Zé Luiz, com direito a pedido e tudo!). Permaneceu dormindo durante toda a festa e só acordou no dia seguinte às 8h, com pilhas recarregadas.

*****


Como já era de se esperar, papai o trouxe para nossa cama e, juntos, me acordaram com o presente: um par de sapatilhas na cor vinho! Belíssimas! Amei!
Ainda ali, no quentinho do edredom, tomamos nosso café da manhã , enquanto Arthur tomava sua mamadeira. Oh início de domingo bom, viu?
.
Como no ano passado, carreguei Quinha lá para casa para passarmos juntas o Dia das Mães. O dia estava bem frio, propício para o aconchego do lar. Então, após o almoço, aproveitei que Arthur se entregou a Morfeu, para também tirar um cochilo ao lado daquela que já me deu o colo tantas vezes, minha pequena Quinha!
E dormimos de 15h às 17:30h, coladinhas na minha cama, como eu já nem me lembrava como era.
O dia acabou num piscar de olhos, sem que eu sentisse mesmo... mas sabe de uma coisa? Não existe no mundo nada de melhor do que ser e ter um filho, do que ter e ser MÃE!

Nenhum comentário: