,

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Pocotó

Crianças tem dessas coisas...

Ele levou apenas 01 dia para descobrir que os DVD's do Cocoricó eram muito legais.
Porém, no dia que ele nasceu, a Deidei deu de presente um cavalinho de madeira, desses de balanço, e por muito tempo o pobrezinho viveu abandonado no canto da sala, sempre esperando uma bondosa alma de criança que ao nos visitar, descobria ele ali e dava umas balançadinhas, para em seguida abandoná-lo de novo.
Eu morria de pena, pois o danado é realmente muito bonitinho, um clássico mesmo! Sabe esses brinquedos de antigamente, artesanais? Assim é o cavalo de madeira do Arthur...
Eis que de uma hora para outra, Arthur não somente descobriu, como se apaixonou pelo bichinho. E basta lembrar dele que corre e monta nele sozinho!
Monta, balança, abraça, desce, monta de novo...
Num desses dias do feriado ele acordou bem cedo, o pai o tirou do berço e o levou para o nosso quarto. Ele desceu da cama e foi para a sala, e eu e o pai continuamos na preguiça do nosso aconchego. Muito silêncio na idade dele é no mínimo sinal de perigo, né? Levantei e fui ver o que aprontava o pequeno garotinho.
Olhem onde ele estava...

Lindo, não é?

O cavalinho, além de um brinquedo lindo, virou seu companheiro também...
Acho fofo como ele tem curtido "cavalgar" no cavalinho! E ele é ousado, não tem um pingo de medo de virar, de cair do cavalo! Eu é que tenho rezado pedindo proteção porque não tenho como vigiá-lo o dia inteiro, muito menos tenho onde esconder o pequeno animal de madeira.




Reparem só o que está passando na TV... rs

Nenhum comentário: