,

sexta-feira, 28 de outubro de 2005

Ah coitada! Ela tá grávida!

Achei que não fosse NUNCA fazer um post com esse título, mas hoje tive que me convencer que o bordão de minhas queridas amigas pode fazer sentido, algumas vezes.
Explicando o significado do bordão:
Tudo o que poderia ser ridículo se torna normal, já que a condição de grávida nos permite QUALQUER coisa: sair com a meia elástica (horrorosa) aparecendo, colocar uma camiseta e metade da barriga ficar de fora, cabelo despenteado, sombrancelha por fazer, vestidos capinha de bujão de gás, calças de cadarço que não fazem parte das vitrines da estação, sapatilha fechada, estar cansada o tempo todo, dormir no sofá da casa das pessoas, falar sem pensar, enfim, "Ah, coitada! Ela tá grávida!" rs
Claro que tiro mais proveito da situação do que qualquer coisa...
Entrar em fila de gestante no banco então, é ótimo! Até a pessoa que faz serviço de rua aqui na empresa já pediu meu socorro para pagar nosso Vale Transporte. Entrar lá na frente e poder expor minha barriga para a fila quilométrica é o máximo: "Quer ser atendido rápido? Fica grávido também!" rsrsrs
Em suma! Estar grávida é uma delícia!
Quando mais eu ganharia uma cadeira de escritório novinha, autorizada pelo diretor financeiro que adora dizer que tudo é desnecessário? No máximo, autoriza o conserto... rs
Detalhe que a cadeira é linda! De diretor e não de secretária! E aos olhares dos demais eu fui obrigada a responder: Quer uma cadeira nova? Fique grávido!
Essa semana descobri que a partir do mês que vem meu horário de saída será 16 horas e não mais 17 horas. "Ah, coitada! Tá grávida! Não pode pegar engarrafamento!" E olhem que eu não falei nada! Eu juro! Foi de comum acordo entre TODA a diretoria.
Estou sim, sendo muuuuito paparicada...
Ontem, aniversário do Tio Paulo (Beijos tio!) tinha uma caixa de suco de soja, de MORANGO, guardada para mim... "Oh menina, não toma refrigerante não! SEU suco tá na geladeira!"
Vou fazer o quê? Reclamar do mimo? Quem sou eu... rs
.
Mas porque eu tô falando tudo isso????
.
Porque hoje, 06 horas da manhã, ainda sonolenta, ganhei uma "chamada" do motorista de ônibus!
Estou eu, no ponto, aguardando a chegada do bus... e lá vem ele, ao longe, às exatas 6 horas da matina. Encaminho-me para a porta traseira, como AINDA faço já que minha barriga AINDA passa tranquila com a proteção de meus braços. Ouço um chamado vir da porta da frente. Ignorei. Continuo encaminhando-me para a porta traseira. O chamado insiste. Quem é??? O motorista... "Vc tem que entrar por aqui!" Eu respondi: "Não precisa moço, ainda dá pra passar na roleta..." Ele simplesmente ignorou minha observação, e como quem quizesse dizer "Dane-se! Passa já pra cá!" simplesmente me olhou e falou: "vambora menina..." O que eu fiz???? Obedeci ora bolas!!! E lá estavam TODOS os passageiros me olhando entrar pela frente, atravessar o ônibus até o final para pagar a passagem e girar a roleta... E só depois de sentar, o motorista seguiu a viagem... "Ah coitada! Ela tá grávida! Pode atrasar a nossa viagem!"
Tive que rir sozinha...
É o que dizem mesmo, tem muita gente que se sente responsável pela nossa barriga... O que aquele motorista ganhou com isso? Nada e muito. Porque ele não vai ganhar mais nem menos no salário dele, mas ganhou o meu "muito obrigada" e a minha admiração! E meu dia vai ser muuuito melhor! E acho que o dele também! Tenho certeza que ele ficou satisfeito com minha obediência!

Nenhum comentário: