,

terça-feira, 4 de outubro de 2005

A vigésima terceira semana


O que diz o site E-family:
Idade do feto: Semana 23
Tamanho do bebê: A medida de seu bebê esta semana, da cabeça ao bumbum, deve estar em torno de 22cm. O peso do bebê é agora de aproximadamente 700g. Estas medidas são apenas aproximadas e podem variar de embrião para embrião como de gravidez para gravidez.
Desenvolvimento do embrião: Seu crescimento continua sendo rápido e, agora ele começa a ter menos espaço dentro do útero da mamãe. Ele ainda possui pouca gordurinha mas as suas medidas são bem proporcionais agora. Suas mãozinhas abrem e fecham. Ele pode também, perceber luz no ambiente em que sua mãe se encontra.Saber o sexo do bebê pode ser possível agora mas ainda pode ocorrer uma certa incerteza, especialmente se o bebê for uma menininha. Algumas pessoas acreditam que dá para saber o sexo do bebê através das batidas do coração que variam entre 120 à 160 bpm. Aí, alguns acreditam que batidas mais rápidas indicam uma menina e uma mais lenta indica que é um menino. Infelizmente não há provas científicas para tal ocorrência.
Mudanças em seu corpo: Você poderá começar a notar o aparecimento de estrias daqui para a frente. Elas aparecen principalmente no abdômem, quadris e seios. Previní-las é praticamente impossível mas você pode amenizar o seu aparecimento usando um sutiã bem firme para os seios e hidratando a pele várias vezes ao dia. O seu útero pode ser sentido agora por volta de 5cm acima de seu umbigo.
*****
Ontem levei o primeiro susto.
Levei um tombo.
Sei que após essa revelação choverão telefonemas: O que houve? Como foi? Vê se se cuida... etc.
Então antes que eles comecem a aparecer já vou me defender: A culpa foi única e exclusivamente da benditas pedrinhas portuguesas. Estava andando devagar sim! Eu já não ando correndo há muuuito tempo! Até porque a barriguinha já não me permite tal façanha... Então, só vou falar uma vez, a culpa não foi minha. EU JURO!
Mas não se preocupem, meu instinto materno já aflorou faz tempo, e o Arthur passou muuuito longe do chão. Apoiei todo o peso do meu corpo com minhas mãos, e só elas sabem a dor que se sente uma mãe (ops, uma mão!). Algumas pessoas vieram me ajudar, mas na hora realmente foi só o susto e o alívio de não ter batido com a barriga. Quando cheguei na van (isso aconteceu no final do expediente) foi que percebi o perigo pelo qual passamos, pelo qual meu bebê passou. Aí sim, me deu um ataque de palpitação, uma vontade de chorar, de deitar na minha cama. Mas a única coisa que pude fazer foi tentar acalmar meu coração conversando com o Arthur (que a essa altura pulava igual pipoquinha) e tentando mostrar pra ele que a mamãe estaria ali para defendê-lo sempre! Acho que ele entendeu, e eu me esforcei para acreditar nisso. Porque do contrário, ficaríamos naquela troca interminável de mamãe culpada X bebê agitado X mamãe culpada outra vez...
Bem, hoje amanheci um pouco enjoada e com o corpo tenso, com aquela dor muscular. Mas o que está realmente doendo são as mãos, que definitivamente foram as heroínas do dia!
De qualquer forma, hoje teremos consulta com Dra. Laura, e vou contar o que aconteceu. Espero que não exista qualquer possibilidade de que esse tombo tenha afetado ele de alguma forma, exceto, é claro, o susto que ele levou! E isso já foi mais que suficiente!
Foto oficial da 23ª semana

2 comentários:

Anônimo disse...

Hi, I was just blog surfing and found you! If you are interested, go see my depression help related site. It isn't anything special but you may still find something of interest on depression help

Thx.
Sonny M.

Marly e Isabella disse...

Sandra, que barriga linda!! tá demais muito linda parabéns. Cuidado com esses tombos, é muito perigoso, mas as vezes acontece sem a gente esperar né?
Beijinhos carinhoso na barriguinha.
Fique com Deus.