,

quarta-feira, 14 de dezembro de 2005

A trigésima terceira semana

E-family informa:
Idade do feto: Semana 33
Tamanho do bebê: O bebê está com peso de aproximadamente 2550g e sua medida, da cabeça ao bumbum é de 33cm. Sua medida total é de 45cm.
Desenvolvimento do embrião: O bebê continua a ganhar formas mais arredondadas e se acomodando para a posição de parto. Em algumas mulheres o bebê "desce" já desde já e em outros isso só acontece no dia do parto ou durante o trabalho de parto. Você sabe que o bebê "desceu" pois a sua barriga fica mais baixa e você pode passar a respirar melhor ao mesmo tempo que algumas mulheres sentem dor intensa na parte inferior da coluna.O seu bebê também está bem atento ao que está acontecendo ao seu redor, por isso, é uma boa oportunidade para começar diálogos com ele. Não pense que isso é uma bobagem, ele realmente pode ouví-la. Se você não quiser conversar, então cante alguma musiquinha para ele e assim que ele nascer, você canta para ele a mesma musiquinha, você terá uma surpresa.
Mudanças em seu corpo: Os seus seios podem estar extremamente sensível enquanto você vai se aproximando do final da gravidez. Eles estão se preparando para a produção de leite. Use sutiãs que sejam bem firmes para aliviar a dor e o desconforto.O lado emocional da mamãe nessas últimas semanas pode estar extremamente sensibilizado e, mudanças repentinas de humor são comuns. A ansiedade é um fator que colabora para esse fato. A gravidez já durou tanto tempo, você está cansada, às vezes tem dor aqui ou ali, preocupação com relação ao parto e se tudo vai sair bem, tem pressa em ver o seu bebê e voltar ao seu físico normal. Todos esses sentimentos são perfeitamente normais e aqueles à sua volta deveriam entendê-los igualmente. O seu útero encontra-se agora à 15cm acima de seu umbigo.
.
*****
Hoje fui fazer novos exames de sangue e urina (hemograma completo, glicose, etc).
Espero que minha anemia esteja controlada...
Resultado dia 19/12/2005.
.
*****
Não sei porque algo me diz que o Arthur não vai esperar até o final de janeiro para nascer.
Sinto a barriga cada dia mais pesada. Como se já não houvesse mais espaço pra ele.
Agora aprendeu que melhor que dar chutes, é se sentar na minha bexiga de 5 em 5 minutos, o que me faz ter uma vontade louca de urinar constantemente.
Também aprendeu a dançar, num ritmo agitante, sempre que ouve o som de uma bateria (ops! essa criança não deveria ser guitarrista? rs).
Não sei porque motivo não pára quieto! Faz questão de fazer todos os movimentos possíveis e imagináveis. A bunda que ora tá no lado esquerdo, no minuto seguinte já tá no pé da barriga. Acho que o Bernardo já andou ensinando o danadinho a fazer estrelas... rs
É uma criança que já mostra sinais de ter uma forte personalidade.
Quando eu percebo que ele vai se mexer, se tiver alguém por perto e eu chamar pra ver, ele não mexe... Mas basta a pessoa tirar os olhos... e a criança se mexe! rs
Adora atenção... quando se mexe pra mim e eu coloco minhas mãos, fica quietinho (adora a mamãe! rs)... Mas se tiro as minhas mãos, ele se mexe de novo! A minha definição pra isso é de que ele tá pedindo minha proteção... e eu atendo! Deixo minhas mãos lá, o tempo necessário...
Ontem o Adriano chegou tarde em casa, algo em torno de 1:30 da manhã... claro que eu já estava no meu 3º sono, e só abri os olhos pra dizer: "Tá muito tarde hein mocinho... zzzzz" e dormi novamente. Hoje pela manhã o Adriano disse que eu dormi e que ele começou a mexer muuuuuito. Também tenho definição pra isso, embora o Dri não tenha gostado: Pra mim ele estava protestando quanto ao horário que o pai chegou... Algo como: "Puxa Pai, isso são horas?" Ou, sendo mais otimista (pra não contrariar o Dri - rs): "Que bom que vc chegou! Agora vamos brincar!"
E assim vamos indo, nos acostumando com a presença do novo habitante da nossa cama, da nossa casa, das nossas vidas!
Curtindo muito essa fase gostosa da barriga, onde sabemos que ele reconhece o mundo aqui fora, mas também muito anciosos de que ele saia logo dela pra podermos curti-lo aqui no mundo exterior...

Nenhum comentário: