,

segunda-feira, 23 de abril de 2007

15 meses

Segundo o site Minha Vida:
"É a idade de flexionar os joelhos e pegar objetos no chão, beber do copo, apontar para os objetos ou brinquedos que deseja. Prefere brincar sozinho, com os brinquedos espalhados ao seu redor, de “dar comida” a eles, correr, subir escadas e bater portas. Ao pular, tira os dois pés do chão. Pode conseguir desenhar uma linha e possui movimento de pinça mais preciso. Seu vocabulário aumenta para cerca de seis palavras, sendo que o “não” torna-se sua palavra favorita. Faz gestos, como colocar os dedos na boca e mandar beijos. A criança nesta fase se sente mais independente e não tem medo de cair."
Mais um mês se passa e o saldo com o que propõe o site não é de 100%.
Se estou preocupada com isso? Na-na-ni-na-na-não!
Aprendeu a andar! Isso sim me deixou muito feliz!
Ainda não dá tchau quando pedimos que o faça, mas quando quer, dá até para a própria imagem refletida no espelho. A propósito, descobri recentemente que ele ama se olhar no espelho. Mas tem que amar mesmo, a imagem é linda! rs
Ainda não dá beijos. Se enconstarmos a bochecha em sua boca pedindo, é capaz de dar uma mordidinha. Não é uma mordida de propósito, é apenas para aliviar o nervoso que deve sentir dos dentes que estão nascendo. É muito comum ele estar com os dedinhos na boca ou procurando alguma parte de nosso corpo para morder.
Ah! Ontem aprendeu a apontar para objetos ou qualquer outra coisa que lhe chame a atenção.
Mas ainda estão faltando as seis palavras... rs
E sobre isso sim, eu quero falar.
Sempre imaginei que eu deveria repetir os nomes das pessoas, dos objetos, etc. E sempre o faço! Mamãe, papai, vovó, vovô, carro, pipa, rua, água: tudo é dito com muita ênfase, o tempo todo. Pois foi a forma que me "ensinaram" para lhe "ensinar" a falar. Com a repetição. Mas... eis que recebi um e-mail do site Guia do Bebê que me deixou confusa. Vejam alguns trechos:
"... Desde a barriga da mamãe, o bebê já tem condições de ouvir. Então, falar com o bebê mesmo que este se encontre dentro da barriga da mamãe já é um bom começo para o desenvolvimento da fala.
Mas por que ocorre esse atraso na fala? São várias as razões, sendo que os maiores culpados são os próprios pais, que em muitas vezes excedem no mimo à criança, inibindo a evolução natural do pequeno.
Os pais precisam entender a seguinte lição: a criança precisa sentir necessidade de falar. É um processo novo e difícil para a criança. Se ela aponta e tem o que quer na mão, sempre usará dessa atitude para conseguir o seu desejo e não será forçada a falar..."
Alôôôô! Eu tenho que repetir ou não tenho que repetir????? Aff! Alguém me ajuda, pelamordedeus!
Aí, depois da cabeça já ter pego fogo com tantos questionamentos, eles tranquilizam:
Uma criança não é igual à outra e isso vale para os irmãos também. As mamães têm a mania de comparar seu filho com a criança da vizinha. Cada criança tem seu tempo e desenvolvimento próprio. E isso vale para o início do desenvolvimento da fala.
Claro que se tem um tempo esperado para tudo. A criança pode iniciar as primeiras palavrinhas com nove meses ou um ano e meio. Uma criança que com dois anos não fala absolutamente nada necessita de uma avaliação fonoaudiológica e médica.

Valeu, Guia do Bebê, pelo menos eu sei que meu filho ainda tem 03 meses de prazo para aprender a falar. O problema, é que se com 15 meses o normal é que ele já tenha 06 palavrinhas no seu vocabulário, imaginem com 18 meses! Guia do Bebê e Minha Vida, vocês podem chegar num comum acordo, please!
Quer saber? Vou continuar da forma como aprendi, que é o que sugere meu instinto materno. Vou repetir os nomes de todos, dos objetos, e daqui a pouquinho ele vai aprender por si só, sem estresse...
É isso! Pode estar um passinho atrás de outras crianças de sua idade, mas para mim está desenvolvendo de forma natural, e isso é o mais importante.
Parabéns filhote, por mais um mês de vida.
Parabéns filhote, por mais um mês de grandes conquistas.
Créditos:
- Kit Whimsy Style (ScrapArtist)
- Hand Stamped Brushes by Michelle Colleman (ScrapArtist)
- Elementos dos kits: Buddy Boy - by Duets (Digital Freebies) e Craft Jar (Peppermint Creative)
- Fontes: BlackJack
- Photoshop 6.0

Nenhum comentário: