,

segunda-feira, 9 de abril de 2007

Ainda sobre os outros anjos

Hoje cheguei aqui atrás de notícias do Vini, que não consegui ter em casa por problemas no meu arcaico computador. Embora ele continue sem nenhuma intercorrência grave, uma constante febre e um pequeno sangramento não estão cedendo, e é só o que está faltando para ele passar do estado grave para o médio. Então meninas... continuemos a orar.
Além das orações pela recuperação do Vini, temos outro motivo para orar... em agradecimento!
Recebi hoje de manhã um e-mail da Jacque, que coloquei no final desse post, que foi encaminhado pela Patrícia, mãe da Thaís (lembram né?), e me emocionei... mas também me senti orgulhosa por ter feito parte dessa corrente de fé. Meus valores mudaram muito nas últimas semanas. Renovei a minha fé em Deus. Passei a olhar meu filho de forma diferente. Aprendi a orar. Aprendi a agradecer.
Eu tenho um irmão de criação que tb se chama Vinícius e como eu mudei o cabeçalho do meu MSN para "Orando pelo recuperação do Vini", todo mundo queria saber o que tinha acontecido com ele. E lá ia eu explicar: "Não é o Vinícius, é o filhinho de uma amiga da internet", "Não, eu não a conheço pessoalmente"... E eu podia perceber uma interrogação enorme em alguns deles, do tipo "Puxa, mas vc nem conhece a pessoa...". Confesso que esse também foi meu questionamento quando me peguei sem conseguir dormir pensando nele (Vini), no sofrimento dela (Rê), chorando pelos cantos da empresa, enfim! Eu nunca sequer tinha tido contato com a Rê e tomava a dor dela como se fosse a minha. Como se ela fosse minha amiga real. E não era. Como poderia sofrer a dor de uma pessoa que eu nunca vi? E Deus me deu todas as respostas. Estamos aqui de passagem. Para ajudar. Para ser ajudado também. Eu pedi pela Thaís e pessoas que pediam pelo Vini, passaram a pedir por ela também.... sem conhecer! É isso que Deus quer de nós. Que sejamos solidários uns com os outros. Que não esqueçamos nunca de que hoje estamos bem, mas amanhã tudo pode mudar. Que devemos aprender a agradecer antes de pedir. E que muitas vezes nossos pedidos são NADA frente a tantos problemas maiores que os nossos. Que devemos aprender a valorizar os mínimos detalhes que passam despercebidos e que não devemos dar tanta importância a outros. E esse e-mail da Patrícia só me fez ver que meu raciocínio está certo.... certíssimo! E mais certa ainda estou de que com a nossa ajuda, nossas orações, nossa fé, o mesmo caminho estará sendo seguido pelo Vini... o de volta para casa!

Queridos amigos,
Ontem tivemos a imensa alegria de poder trazer nossa princesinha Thaís de volta para casa, viva, alegre e muito falante, do jeito que sempre foi.
Nesses dezoito dias de muita luta, momentos de dor, de desespero, de tristeza, mas também de fé, de união, de esperança, aprendemos muitas coisas, mudamos conceitos, revimos valores.
E principalmente descobrimos o que realmente tem valor em nossa vida, algo muito distante dos cobiçados bens materiais, muito diferente da ambição, do status, de tudo que infelizmente tem norteado a maior parte de nosso tempo nesse mundo tão cheio de apelos materiais e tão vazio de tempo para os verdadeiros tesouros que Deus nos deu, o amor, a amizade, a família e principalmente e essencialmente a própria vida, a nossa vida e a vida das pessoas que amamos.
Quando você percebe que pode perder a vida de alguém que é tão precioso, que pode nunca mais voltar a ver um filho sorrir, falar, crescer, você descobre que tudo que achou que era grande e importante, fica tão pequeno que pode até deixar de existir.
E nessa hora, onde você é tão pequeno e impotente, onde os médicos te dizem que farão de tudo para salvar essa vida que está apenas começando, mas que não podem prometer nada, você se lembra de alguém que às vezes estava tão esquecido no seu dia a dia, você se lembra de Deus, do Nosso Pai. E temos absoluta certeza de que foi esse Deus, que sem pedir nada em troca, que por amor e misericórdia por seus filhos, salvou a nossa pequena Thaís e trouxe-a de volta para nós com todo seu jeitinho irreverente, levado e muito alegre. Cada novo amanhecer nesses dezoito dias, nos trouxe um presente, a vitória nas cirurgias, o dia em que voltou a respirar sozinha, o que abriu seus olhos, o dia em que falou, o que voltou a nos reconhecer, o que voltou a andar, a comer, e finalmente a sorrir. Mas o dia de maior emoção para mim, foi no segundo dia após a saída do coma, quando minha filha me reconheceu pela primeira vez e disse ainda fraquinha, com a voz bem baixinha: “Mãe, me dá um abraço!”. Parece que nesse momento, o sol voltou a brilhar no céu, a minha vida voltou ao meu corpo e eu tive a certeza do quão grandioso e maravilhoso é o amor de Deus, tive a certeza de que nem que eu viva cem anos e passe todos os dias da minha vida agradecendo-o pela benção de ter minha filha de volta, será o bastante.
Outro grande presente que recebemos durante esse período foi descobrir quantas pessoas boas existem nesse mundo, onde diariamente somos bombardeados com notícias ruins, com espíritos sem luz fazendo barbaridades em nosso planeta. A força de nossos amigos, dos amigos de nossos amigos e de pessoas que nem nos conheciam e rezaram pela vida da Thaís, e choraram junto com a gente e se alegraram e emocionaram com sua recuperação foi o que nos manteve firmes nesses dia difíceis e me fizeram ver que não importa a religião, não importam as crenças, as diferentes maneiras de viver e ver a vida, as relações de parentesco ou a absoluta falta de relação, o que vale apenas é o amor que levamos no coração, a solidariedade, a capacidade de esquecer todas as diferenças e discórdias do passado e dar as mãos em busca de um único objetivo, a Vida de alguém que amamos.
Hoje, todos nós que vivemos esses dias de luta e que ainda viveremos muitos outros, somos uma única família, não existe família do pai, da mãe, da madrasta, do tio, existe apenas a família das pessoas que amam a Thaís, e muitas a amam se nem a conhecer. E, se Deus quiser, e tenho certeza de que Ele quer, vai se manter unida, feliz e modificada pelo imenso amor de Nosso Pai.
Muito obrigado, do fundo de nossos corações, pela sua amizade, pela sua oração, por suas palavras de carinho, de esperança e principalmente por Você fazer parte dessa Grande Família! Você estará para sempre em nosso coração!
Que Deus esteja sempre ao seu lado, abençoando sua vida e sua família e te guiando no caminho da verdadeira felicidade!
Temos certeza de que esse sorriso só foi possível também graças a Você!

Com muito carinho,
De toda a Imensa família da Thaís...

Nenhum comentário: