,

domingo, 22 de janeiro de 2006

Uma dádiva de Deus

Nos últimos dias tenho recebido muitos e-mails desejando-me boa sorte, e entre eles uma mensagem que eu até já conhecia, mas que mais uma vez me fez chorar...
.

Uma dádiva de Deus

Uma criança pronta para nascer perguntou a Deus:
- Disseram-me que estarei sendo enviada a Terra amanhã. Como eu vou viver lá, sendo assim pequeno e indefeso?
Deus:
- Entre muitos anjos, eu escolhi um especial para você. Estará lhe esperando e tomará conta de você.
Criança:
- Mas diga-me, aqui no Céu eu não faço nada a não ser cantar e sorrir, o que é suficiente para que eu seja feliz. Serei feliz lá?
Deus:
- Seu anjo cantará e sorrirá para você... A cada dia, a cada instante, você sentirá o amor de seu anjo e será feliz.
Criança:
- Como poderei entender quando falarem comigo se eu não conheço a língua que as pessoas falam?
Deus:
- Seu anjo lhe dirá as palavras mais bonitas e mais doces que você jamais ouviu. Com paciência e carinho, seu anjo lhe ensinará a falar.
Criança:
- E o que farei quando eu quiser Te falar?
Deus:
- Seu anjo juntará suas mãos e lhe ensinará a orar.
Criança:
- Eu ouvi que na Terra há homens maus. Quem me protegerá?
Deus:
- Seu anjo lhe defenderá mesmo que signifique arriscar sua própria vida.
Criança:
- Mas eu serei sempre triste porque eu não Te verei mais.
Deus:
- Seu anjo sempre lhe falará sobre Mim e lhe ensinará a maneira de vir a Mim, mesmo que Eu esteja sempre dentro de você.

Nesse momento havia muita paz no Céu, mas as vozes da Terra já podiam ser ouvidas. A criança, apressada, pediu suavemente:
- Oh Deus, se eu estiver a ponto de ir agora, diga-me por favor, o nome do meu anjo...
Deus:
- O nome do seu anjo não tem nenhuma importância...
Você chamará seu anjo... de MAMÃE!

Nenhum comentário: